PUBLICIDADE

Seleção brasileira: veja quem está garantido na Copa do Mundo

Tite tem cerca de 85% do grupo definido e precisa ainda escolher jogadores do ataque, setor mais concorrido

23 set 2022 - 10h11
(atualizado às 10h19)
Compartilhar
Exibir comentários
17 dias após entregar os 55 pré-convocados, no dia 7 de novembro, Tite divulgará a lista final de convocados para a Copa do Mundo. Vale lembrar que para este ano a Fifa aumentou o número de inscrições, passando de 23 para 26 atletas.
17 dias após entregar os 55 pré-convocados, no dia 7 de novembro, Tite divulgará a lista final de convocados para a Copa do Mundo. Vale lembrar que para este ano a Fifa aumentou o número de inscrições, passando de 23 para 26 atletas.
Foto: Rafael Ribeiro / CBF / Lance!

A menos de dois meses para o início da Copa do Mundo, Tite tem cerca de 85% do grupo que embarca para o Catar definido com o propósito de buscar o hexa, segundo contou ao Estadão recentemente. Embora parte significativa da lista esteja encaminhada, com nomes garantidos como Neymar, o craque dessa geração, há vagas importantes a serem preenchidas, sobretudo no ataque, setor em que a briga é mais acirrada.

Hoje, são 45 jogadores no radar de Tite. Destes, 26 serão convocados no dia 7 de novembro. A maior parte do elenco já está definida, mas ele tem de quebrar a cabeça para escolher, principalmente, quais serão os convocados para a zaga, laterais e ataque, setores em que moram as principais dúvidas por motivos diferentes. Nas laterais, são poucas as opções. No ataque, sobram alternativas.

Danilo está garantido de um lado e Alex Sandro, do outro. Resta, portanto, um lugar para a lateral-direita e outro para a esquerda. Daniel Alves e Emerson Royal lutam para serem escolhidos na direita e Alex Telles e Renan Lodi são os oponentes pelo posto na esquerda. O canhoto Guilherme Arana era outro forte candidato, mas sofreu lesão grave e só volta a jogar em 2023.

Na defesa, resta um zagueiro para se juntar a Marquinhos, Thiago Silva e Eder Militão, este que também pode atuar na lateral-direita. Lucas Veríssimo era o favorito para ocupar o posto, mas tem de provar para Tite que está plenamente recuperado da grave lesão do joelho direito, cujos ligamentos ele rompeu em novembro de 2021. No cenário atual, Gabriel Magalhães, dada a frequência nas convocações, é quem tem mais chances de subir no avião rumo à primeira Copa no Oriente Médio.

Ataque concorrido e privilegiado

A ampliação da lista de 23 para 26 nomes permitida pela Fifa foi um alento para Tite, que avisou que vai privilegiar o ataque, convocando dois atletas a mais para o setor. A outra vaga pode ser ocupada por um defensor ou um meio-campista. É, ainda, uma incógnita.

Nem mesmo o treinador tem essa resposta até porque ele e sua comissão técnica estão abertos a surpresas, positivas, como o surgimento de uma nova promessa, ou negativas, em caso de lesão.

"Ninguém sabe o que vai acontecer nos dez dias de preparação. Às vezes um atleta tem uma lesão ou se apresenta num condicionamento que não é o melhor. Eles sabem disso e a coisa rola naturalmente", explicou ao Estadão Cléber Xavier, auxiliar de Tite, do qual é parceiro há mais de duas décadas.

Hoje, Gabriel Martinelli, Matheus Cunha, Pedro e Roberto Firmino correm por fora para preencher essas duas vagas a mais no ataque. Dos cinco, Matheus Cunha está, no momento, no fim da fila, considerando seu desempenho no Atlético de Madrid. Martinelli vive boa fase no Arsenal, Pedro está em seu auge no Flamengo sob o comando de Dorival Júnior e Firmino reconquistou seu espaço no Liverpool.

Antony, Gabriel Jesus, Neymar, Raphinha, Richarlison e Vinicius Junior viajarão ao Catar. É muito improvável que algum deles seja alijado da lista final. Todos mostraram evolução durante o ciclo para o Mundial e quatro deles - Antony, Gabriel Jesus, Raphinha e Richarlison - mudaram de clube nesta temporada.

Vinicius Junior continua sua jornada de destaque, com gols, passes, dribles e danças na Espanha, dando resposta aos ataques racistas que tem sofrido. A tendência é de que Rodrygo, companheiro de Vini no Real Madrid, também esteja na relação final. Vini pode ser um concorrente de Neymar como destaque do time. O Brasil está no Grupo G, com Sérvia, Suíça e Camarões.

"Tem muitos atacantes, outros que chegaram agora e foram convocados pela primeira vez, mas isso é uma concorrência muito boa, a gente sabe que não tem 5, 6 ou 7 atacantes, mas, sim, vários", constatou Antony, que trocou o Ajax pelo Manchester United.

Meio de campo quase definido

O meio de campo está praticamente definido. É certo que Casemiro, Fabinho, Fred, Bruno Guimarães, Lucas Paquetá e Philippe Coutinho estarão na Copa. No entanto, a comissão técnica não descarta convocar mais um atleta para o setor.

Éverton Ribeiro, do Flamengo, tem sido convocado com frequência e corre na frente nessa disputa. Danilo, jovem do Palmeiras, vive declínio técnico justamente depois de ter tido uma chance na seleção, mas também é um nome cogitado. Os outros são Arthur, do Liverpool, e Douglas Luiz, do Aston Villa.

Neymar a fim de jogo

Neymar começou a temporada pelo Paris Saint-Germain a fim de jogo, com o brilho que não mostrou na temporada anterior, e pretende liderar o Brasil no Catar. O craque brasileiro tem 11 gols e oito assistências em 11 partidas. Ele é o artilheiro do Campeonato Francês, com oito bolas na rede, uma à frente de Mbappé, além de ser o atleta com mais participações decisivas (15).

"Está jogando muito", resumiu Tite sobre o astro da seleção. "Desempenho técnico de atletas extraordinários e profissionais são de quando tu rapidamente pensas e executas. Rapidez e execução têm de estar em sintonia. E ele está", completou.

A jornada positiva de Neymar tem a ver com sua mudança de comportamento ao focar no futebol e até se preparar fisicamente quando estava de férias. "Parabéns, Neymar! Parabéns, Ricardo Rosa (preparador físico do jogador). Parabéns, PSG! Parabéns, Fábio. Talvez nessa escala de importância depois chega a gente. Ele é fruto de toda essa preparação para que tenha desempenho", pontuou.

Programação até a Copa

A CBF tem de enviar uma relação com 55 nomes para a Fifa até 21 de outubro. O anúncio da lista final, com 26 jogadores, será feito no dia 7 de novembro. Esse grupo pode ser modificado até o dia 14, quando o elenco se apresenta em Turim, na Itália, para começar a preparação para o Mundial. O Brasil ficará cinco dias na Itália.

No dia 19, a delegação viaja a Doha, capital do Catar. Os atletas fazem quatro treinamentos até a estreia contra a Sérvia, marcada para o dia 24. No dia 28, enfrenta a Suíça e no dia 2 encerra a primeira fase contra Camarões.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade