1 evento ao vivo

Procuradoria do STJD denuncia 25 pessoas por briga em Londrina x Brasil

7 nov 2014
20h12

Nesta sexta-feira, a procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) denunciou 25 pessoas pela confusão ocorrida no duelo entre Londrina e Brasil de Pelotas, válido pelas semifinais da Série D do Campeonato Brasileiro. Além da briga generalizada entre jogadores e membros da comissão técnica, foi relatado o arremesso de um rádio portátil e o atraso para o início de jogo. Ambas as representações foram indiciadas por não prevenir e reprimir as desordens, o que pode acarretar em perda de mando e multa.

A Procuradoria do STJD pediu a suspensão preventiva de 11 membros dos dois times. Dentre eles, o técnico do Tubarão paranaense, Cláudio Tencati, acusado de invadir o campo e participar da briga, e o comandante do esquadrão xavante, Rogério Zimmermann, por conduta contrária à disciplina esportiva e incitação de ódio e violência.

No LEC, também podem sofrer suspensão preventiva os jogadores Mádison, Allan e Anderson, além do massagista Marcelo Rockenbach. Por sua vez, no clube gaúcho, serão julgados os atletas Eduardo Martini e Cirilo, bem como João Beschorner, preparador físico, e Alex Lessa, auxiliar técnico de Zimmermann.

Além das denúncias de suspensão preventiva, outros 14 jogadores serão julgados, por participação na briga. No lado do Londrina, Marcelo, Diego, Cristovam, Leonardo, Elias, Guilherme, Robson e Hiago. Defendendo o Brasil, Eduardo, Eduardo Martini, Jenner, Gustavo, Jonatan e Éder.

As acusações formuladas pelo STJD tiveram como base os registros proferidos pelo árbitro Eduardo Tomaz Valadão na súmula da partida e imagens de vídeo. Entretanto, a Procuradoria não mencionou as agressões sofridas por um cinegrafista da RBS TV, que recebeu chutes e pontapés ao tentar registrar as cenas de conflito.

O conturbado duelo no Estádio do Café, que terminou com o placar de 2 a 2, classificou o Brasil para a decisão da Quarta Divisão, já que os rubro-negros triunfaram em Pelotas, por 3 a 1. O adversário gaúcho na decisão será o surpreendente Tombense-MG, que decidirá em Minas Gerais. A partida de ida ocorre neste domingo, às 20h30 (de Brasília), no estádio Bento Freitas.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade