PUBLICIDADE

Pavard, sobre poderio ofensivo da Bélgica: "Não temos medo de ninguém"

8 jul 2018 09h22
ver comentários
Publicidade

França e Bélgica prometem travar um dos duelos mais equilibrados desta Copa do Mundo da Rússia. São duas das melhores campanhas da competição, e as equipes chegam embaladas pelas significativas vitórias nas quartas de final, contra Uruguai e Brasil, respectivamente. Lateral da Les Bleus, Benjamin Pavard concedeu coletiva de imprensa neste domingo, projetando a partida e a difícil missão de parar o melhor ataque do torneio, formado por um trio de peso.

"Sabemos que a Bélgica é uma ótima equipe, com ótimos atacantes. Mas não é uma pressão particular. Já jogamos contra Messi, contra Suárez. Não temos medo de ninguém. Vamos trabalhar com os analistas de vídeo para saber como pará-los", afirmou o jogador, que atualmente defende o Stuttgart, da Alemanha.

Contra Romelu Lukaku, Eden Hazard e Kevin De Bruyne, a atenção terá de ser redobrada, vide a facilidade com que os três jogaram contra a defesa da Seleção Brasileira, até então a melhor do Mundial. Pavard sabe disso, mas também faz questão de exaltar a qualidade da seleção francesa,

"Com certeza, a Bélgica tem agressividade, tem grandes jogadores. Será muito complicado. Mas temos consciência de nossa qualidade. Temos um grupo excepcional, com qualidades diferentes. Não temos medo de ninguém", completou.

Na luta por uma vaga na grande final da Copa do Mundo da Rússia, França e Bélgica entram em campo na próxima terça-feira, a partir das 15h (no horário de Brasília), em São Petersburgo. Quem vencer decide o torneio contra quem levar a melhor na outra semifinal, entre Croácia e Inglaterra. Quem perder, por outro lado, terá de se contentar com a disputa pelo terceiro lugar.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade