PUBLICIDADE

Palmeiras faz proposta oficial de pré-contrato a Gabigol; veja detalhes

Vínculo do atacante com o Flamengo se encerra em dezembro deste ano e clube alviverde aceita esperar até 2025 pelo jogador; troca envolvendo Dudu saiu da pauta na negociação

8 jul 2024 - 15h22
(atualizado às 16h12)
Compartilhar
Exibir comentários

Depois de semanas de negociações com o estafe de Gabigol, a diretoria do Palmeiras formalizou nesta segunda-feira a proposta de pré-contrato ao atacante, atualmente no Flamengo. O vínculo do jogador com o clube rubro-negro se encerra em dezembro deste ano, fato que permite com que acerte um pré-contrato com o time alviverde.

Palmeiras aguarda uma decisão do estafe de Gabigol, liderado pelo empresário Júnior Pedroso, para contar com o atleta a partir de janeiro de 2025. Nesse modelo, o Flamengo liberaria o atacante, bicampeão da Libertadores, sem nenhuma compensação financeira ou moeda de troca ao final de seu contrato. Nos últimos dias, Palmeiras tentou negociar uma transação envolvendo Dudu para que Gabigol chegasse a São Paulo ainda nesta janela de transferências. Dudu jogou apenas 63 minutos em três partidas nesta temporada - sempre saindo do banco de reservas - depois que se recuperou de lesão.

A informação sobre o envio da proposta foi publicada inicialmente pela TNT Sports e confirmada pela reportagem do Estadão. Gabigol não esteve entre os relacionados nas últimas partidas do Flamengo, apesar do elenco estar consideravelmente desfalcado devido aos convocados para a Copa América. Nesta quinta-feira, 11, Tite voltará a contar com o atacante no duelo com o Fortaleza.

Gabigol já disputou cinco jogos pelo Flamengo neste Brasileirão. Caso completasse sete partidas, ele já não poderia se transferir para o Palmeiras - ou qualquer outra equipe que disputa a competição - no meio de 2024. O jogador ficou fora das partidas contra Cruzeiro, Atlético-MG e Cuiabá, em decisão conjunta da diretoria rubro-negra e do empresário do atacante. O Flamengo só aceita liberar seu jogador agora caso haja uma compensação financeira.

"O Flamengo preferiu afastar o Gabriel depois, mas também numa conversa que eu tive junto com o empresário dele. A gente teve uma longa conversa após a entrevista que ele deu, e entendemos que o Gabriel conta com cinco jogos já feitos aqui. Se ele jogasse hoje (domingo, contra o Cuiabá), já não poderia mais sequer viajar com o clube caso quisesse ou tivesse alguma proposta do futebol brasileiro. A gente fez essa opção, já que o empresário também disse que queria ouvir e procurar alguns caminhos novos. Vamos aguardar", afirmou Marcos Braz.

Gabigol está no Flamengo desde 2019. Foram 156 gols em 286 partidas neste período, além da conquista de 12 títulos: duas Libertadores, dois Brasileiros, duas Supercopas do Brasil, uma Copa do Brasil, uma Recopa Sul-Americana e quatro Estaduais.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade