PUBLICIDADE

Neymar tem a maior média de cartões amarelos da Seleção

Craque chegou à 25ª punição; na soma geral, fica atrás apenas de Cafu

3 set 2021 11h21
| atualizado às 11h55
ver comentários
Publicidade

Neymar é chegado a recordes e já alcançou mais um. Provocado por alguns jogadores do Chile durante confronto com o Brasil, na noite dessa quinta-feira (2), em Santiago, ele acabou mordendo a isca. Tanto que recebeu cartão amarelo quando a Seleção já vencia por 1 a 0, placar final. Foi a 25ª vez que sofreu a punição com a camisa do Brasil.

Neymar, pela média, está no topo como jogador mais indisciplinado da Seleção
13/10/2020 Paolo Aguilar/Pool via REUTERS
Neymar, pela média, está no topo como jogador mais indisciplinado da Seleção 13/10/2020 Paolo Aguilar/Pool via REUTERS
Foto: Reuters

Na soma geral de toda a história da Seleção, fica atrás apenas de Cafu, com 29 – o ex-lateral-direito atuou pela equipe 149 vezes.

Mas, se for feita a média de cartões por jogo, Neymar, que completou sua 112ª partida pela Seleção contra os chilenos, acaba líder desse ranking. Ao longo de sua trajetória pelo time pentacampeão mundial, ele é punido com um cartão amarelo a cada 4,4 jogos.

Cafu ocuparia então a segunda posição, pois levou pela Seleção um cartão a cada 5,1 partidas. Normalmente, essas penas aplicadas a Neymar dizem respeito a discussões, empurra-empurra, encrencas com adversários. Também há uma boa lista delas que apontam para reclamações ostensivas do atacante com a arbitragem.

Os cartões amarelo e vermelho foram introduzidos no futebol em 1970 – a primeira experiência se deu durante a Copa do Mundo daquele ano, no México, vencida pelo Brasil de Pelé, Tostão e companhia.

Papo de Arena Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. 
Publicidade
Publicidade