1 evento ao vivo

Sevilla decide ficar com Arana e frustra o Corinthians

Jogador ficará no time espanhol pelo menos até a próxima janela de transferências

30 jan 2019
15h24
atualizado às 15h47
  • separator
  • 0
  • comentários

Guilherme Arana ficará no Sevilla, pelo menos até a próxima janela de transferências. A decisão foi tomada na tarde dessa quarta-feira. Os espanhóis não chegaram a um acordo com nenhum dos clubes que buscaram a contratação do lateral esquerdo. No Brasil, a maior frustração ficou para o Corinthians, que tratava o negócio com otimismo e confiança no acerto.

Em dezembro de 2017, quando tirou Arana do próprio Corinthians, o Sevilla pagou 10 milhões de euros (cerca de R$ 39 milhões na cotação daquele momento). O time alvinegro ficou com um valor na casa dos R$ 20 milhões, pois detinha 40% dos direitos econômicos de Arana.

O lateral Guilherme Arana, quando jogava no Corinthians
O lateral Guilherme Arana, quando jogava no Corinthians
Foto: Newton Menezes / Futura Press

Os dirigentes alvinegros, nas tratativas atuais, a princípio, imaginavam repatriar o atleta de 21 anos por empréstimo. Diante da concorrência que se criou na Europa, a alternativa foi descartada pelo Sevilla.

Em seguida, o time alvinegro se viu obrigado a subir a oferta de 6 para 8 milhões de euros (aproximadamente R$ 34 milhões) para se manter na briga. A forma de pagamento, então, virou um empecilho.

Uma manobra financeira em parceria com Fernando Garcia, empresário do atleta e com trânsito livre dentro do Corinthians, foi inserida na proposta corintiana. Mesmo assim, o Sevilla não se convenceu, nem dos números finais nem do plano para execução do pagamento.

Guilherme Arana sempre deixou claro que sua preferência seria o Corinthians, caso nenhum grande clube da Europa aparecesse disposto a levá-lo. A manifestação, porém, não foi suficiente.

O lateral esquerdo permanecerá em Sevilla, ao menos por mais seis meses, enquanto Fábio Carille terá Danilo Avelar e Carlos à disposição nesse mesmo período.

Veja também:

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade