0

Grêmio arranca empate do Fla no jogo de ida da semifinal

2 out 2019
23h33
atualizado às 23h58
  • separator
  • 0
  • comentários

Na partida de ida pela semifinal da Libertadores, Grêmio e Flamengo ficaram no empate por 1 a 1, nesta quarta-feira, em Porto Alegre. Com o resultado, o confronto fica aberto para a volta, no Rio de Janeiro.

Bruno Cortez e Gabigol discutem durante duelo entre Grêmio e Flamengo.
Bruno Cortez e Gabigol discutem durante duelo entre Grêmio e Flamengo.
Foto: Diego Vara / Reuters

Os visitantes foram superiores no primeiro tempo e chegaram a ter dois gols anulados. O Grêmio equilibrou o confronto na etapa final, mas viu o Flamengo marcar com Bruno Henrique. Nos minutos finais, os gaúchos empataram com Pepe para deixar tudo igual na Arena.

Os dois times voltam a se encontrar no dia 23 de outubro, no Maracanã. Quem vencer garante vaga na final. Uma igualdade com gols leva o Grêmio para a decisão.

O jogo

O Flamengo não deixou o Grêmio esboçar qualquer pressão no início da partida e manteve a posse de bola. Com muitas trocas rápidas de passe, os rubro-negro quase abriram o placar aos oito minutos. Arrascaeta recebeu passe na área e chutou cruzado próximo ao gol. No minuto seguinte, Bruno Henrique arriscou de longe e assustou Paulo Victor.

O Grêmio seguia acoado e via o Flamengo dominar cada vez mais o confronto. Os rubro-negros chegaram a marcar duas vezes, mas ambos os gols foram anulados. No primeiro, o árbitro Neston Pitana foi chamado pelo VAR e viu falta de Gabigol no lance do gol de Everton Ribeiro. Depois, Gabigol mandou para a rede, mas estava em posição de impedimento.

Os dois lances interromperam o jogo por longo tempo. Com isso, o ritmo da partida diminuiu. Mesmo assim, o Flamengo permanecia com o controle do jogo. O Grêmio tentava os avanços, mas errava muitos passes.

Pepê marcou o gol do Grêmio.
Pepê marcou o gol do Grêmio.
Foto: Diego Vara / Reuters

Nos minutos finais, o panorama da partida seguiu o mesmo. O Grêmio até esboçou uma melhora, mas continuou sem levar perigo a Diego Alves. O Flamengo passou a errar mais passes e também pouco incomodou Paulo Victor. Assim, o duelo permaneceu igual até o intervalo.

No segundo tempo, o Grêmio conseguiu manter o equilíbrio do fim da etapa inicial. Os donos da casa passaram a rondar a área do Flamengo, mas continuava errando o gol. Os rubro-negros tinham mais dificuldade em avançar, mas chegaram com perigo aos 15 minutos. Gabigol tabelou com Bruno Henrique e finalizou próximo da trave.

A resposta do Grêmio veio aos 18 minutos. Matheus Henrique chutou da entrada da área e obrigou o goleiro Diego Alves a fazer grande defesa. No entanto, quando os gaúchos eram melhores, o Flamengo chegou ao gol aos 23 minutos. Arrascaeta cruzou para Bruno Henrique, que cabeceou para a rede.

O revés foi sentido pelos donos da casa. Tanto que o Flamengo voltou a dominar o jogo e teve mais um go, anulado aos 34 minutos. Gabigol aproveitou cruzamento rasteiro e mandou para rede, mas estava em posição de impedimento. Em seguida, Bruno Henrique foi lançado e, mesmo marcado por David Braz, chutou para boa defesa de Paulo Victor.

Nos minutos finais, o Grêmio conseguiu aproveitar um contra-ataque para chegar ao empate, aos 42 minutos. Everton recebeu pela direita e cruzou para Pepe mandar para a rede. Com isso, os donos da casa minimizaram o prejuízo para o duelo da volta no Rio de Janeiro.

Bruno Henrique comemora seu gol com Gabriel.
Bruno Henrique comemora seu gol com Gabriel.
Foto: Sergio Moraes / Reuters

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 X 1 FLAMENGO

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Data: 2 de outubro de 2019 (Quarta-feira)

Horário: 21h30(de Brasília)

Árbitro: Nestor Pitana (Argentina)

Assistentes: Juan Belatti (Argentina) e Hernan Maidana (Argentina)

Renda: R$ 5.130.325,00

Público: 47.947 pagantes

Cartões amarelos: Michel, Kanemann e Diego Tardelli (Grêmio); Rodrigo Caio (Flamengo)

GOLS

GRÊMIO: Pepe, aos 42min do segundo tempo

FLAMENGO: Bruno Henrique, aos 23min do segundo tempo

GRÊMIO: Paulo Victor; Galhardo, David Braz, Walter Kannemann e Cortez; Michel (Maicon), Matheus Henrique, Alisson (Pepe), Luan e Everton; Diego Tardelli (André)

Técnico: Renato Gaúcho

FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Gerson (Piris da Motta), Everton Ribeiro e De Arrascaeta; Bruno Henrique (Vitinho) e Gabigol

Técnico: Jorge Jesus

Veja também:

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade