PUBLICIDADE

Lesionado, Matheus Cunha é cortado das Eliminatórias

Jogador do Atlético de Madrid teve constatada uma lesão no adutor da coxa e não disputa rodada tripla de outubro da Seleção Brasileira

1 out 2021 09h05
| atualizado às 09h34
ver comentários
Publicidade
Matheus Cunha comemora gol do Brasil
 31/7/2021    REUTERS/Molly Darlington
Matheus Cunha comemora gol do Brasil 31/7/2021 REUTERS/Molly Darlington
Foto: Reuters

O técnico Tite sofreu uma baixa para a rodada tripla das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, neste mês, contra Venezuela, Colômbia e Uruguai. A CBF, através de seu site oficial, anunciou nesta sexta-feira (1) o corte do atacante Matheus Cunha, do Atlético de Madrid, depois que o clube espanhol diagnosticou uma lesão muscular no adutor da coxa esquerda do jogador.

De acordo com a CBF, na tarde da última quinta-feira o departamento médico do Atlético de Madrid enviou os exames de imagem do jogador campeão olímpico para o médico da Seleção Brasileira, Rodrigo Lasmar. Matheus Cunha também entrou em contato com a comissão técnica para comunicar a lesão. Um substituto ainda não foi definido.

O atacante se contundiu nesta quinta-feira, durante treino realizado no centro de treinamento do Atlético de Madrid e não participou da atividade desta sexta comandada pelo técnico argentino Diego Simeone, sendo assim descartado para o clássico contra o Barcelona, que acontecerá neste sábado no estádio Wanda Metropolitano, em Madri.

De acordo com as informações divulgadas pelo Atlético de Madrid, Matheus Cunha foi submetido a uma ressonância magnética, que confirmou a lesão. Por isso, passará por "tratamento médico e de fisioterapia, que será seguido por "treino alternativo", de acordo com a evolução nos próximos dias.

Líder das Eliminatórias com 100% de aproveitamento após nove rodadas, a Seleção Brasileira começa a se reunir neste fim de semana para os compromissos da Data Fifa de outubro. Enquanto a comissão técnica embarca para a Colômbia na madrugada de domingo, os jogadores convocados começam a se apresentar a partir de segunda-feira. Serão três dias de treinamentos em Bogotá, capital colombiana, antes do embarque para a Venezuela, local do primeiro jogo deste período.

Brasil e Venezuela se enfrentam no dia 7, em Caracas, às 20h30 (de Brasília). Lanterna das Eliminatórias até aqui, com apenas quatro pontos, os venezuelanos somam uma vitória e um empate em nove jogos disputados.

Após a partida contra a Venezuela, a delegação retorna no dia seguinte para a Colômbia. No domingo, dia 10, o Brasil duela com os donos da casa em Barranquilla. A bola rola às 18 horas (de Brasília). A Colômbia está na quinta colocação das Eliminatórias, com 13 pontos.

Após duas rodadas fora de casa, a Seleção Brasileira retorna para dentro de seu território para medir forças com os uruguaios. Atualmente na terceira colocação, o Uruguai pegará o Brasil depois de jogar contra Argentina e Colômbia. O clássico de campeões de mundo será realizado na Arena Amazônia, em Manaus, no dia 14, às 21h30 (de Brasília).

Estadão
Publicidade
Publicidade