PUBLICIDADE

Jorge Sampaoli sobre trabalhar no Brasil: 'É uma loucura excessiva'

Técnico argentino exalta o Flamengo e critica a pressão por resultados no futebol brasileiro

12 jun 2024 - 18h53
(atualizado às 23h20)
Compartilhar
Exibir comentários
Sampaoli assumiu o comando técnico do Flamengo em 2023
Sampaoli assumiu o comando técnico do Flamengo em 2023
Foto: Gilvan de Souza /CRF

O técnico Jorge Sampaoli abriu o jogo sobre as experiências que teve comandando algumas equipes do Brasil. O argentino de 64 anos criticou o calendário do futebol brasileiro e a pressão por resultados quando trabalhava no país.

Sampaoli ainda afirmou que o Flamengo é a maior equipe do Brasil e disse que existia uma pressão exagerada quando ele era treinador da equipe rubro-negra.

"O Brasil é a liga mais exigente que participe, é dez mil vezes mais que a espanhola, por exemplo. É disputada a cada dois dias, você tem que ganhar sempre. Ainda mais no Flamengo. Há uma grande procura popular nos aeroportos, nos hotéis, tudo o que se vive é muito intenso. O Flamengo é o maior clube do mundo, com 45 milhões de torcedores. Você não pode perder um único jogo", disse para o jornal Marca.

Sampaoli também foi questionado se um dia voltaria a treinar uma equipe brasileira. Apesar das críticas feitas à maneira de se trabalhar no país, o técnico, que também comandou o Santos e o Atlético-MG, disse que está de portas abertas para outras oportunidades.

"Aceitaria. Também gostaria de treinar na Europa ou em qualquer lugar do mundo onde exista um projeto sério e duradouro. No Brasil a loucura é excessiva, e a cada três jogos demitem um treinador. Na Europa percebo um pouco mais de paciência. Há muita urgência em vencer e jogar não é valorizado", concluiu.

Sampaoli foi técnico do Atlético-MG, Flamengo e Santos. Desses três times que assumiu, o argentino conquistou apenas um campeonato estadual para o time de Minas Gerais.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade