3 eventos ao vivo

Maradona critica presidente da Fifa por querer aumentar número de seleções na Copa

17 mar 2019
14h05
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois da Fifa sinalizar sobre a possibilidade de aumentar o número de seleções na Copa do Mundo de 32 para 48, Maradona não poupou críticas ao presidente da entidade, Gianni Infantino. O ídolo argentino não apenas mostrou desaprovação à possibilidade do novo formato da competição como também afirmou que o dirigente suíço passou a tratá-lo diferente depois de que foi reeleito.

"Se Infantino quer fazer disto um show de intervalo, é uma vergonha, tentar copiar os americanos. O futebol é outra coisa, não é o Super Bowl", disparou o argentino.

"Infantino me ligava antes das eleições, depois, não. Quero deixar claro que não sou o seu operário, e sim técnico do Dorados, e defendo o futebol", reclamou.

Maradona, que é treinador da equipe mexicana desde o ano passado, ainda disse que Infantino não cumpriu promessas feitas durante a sua campanha para a eleição.

"Se Infantino quiser falar comigo, tem o número do meu telefone. O que posso afirmar é que estou esquentado porque antes das eleições foram prometidas algumas coisas que não se cumpriram, isso se chama trair as pessoas", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade