PUBLICIDADE

Campeonato Inglês

Jesus marca, Arsenal vira clássico contra o United no fim e se mantém próximo do líder City no Inglês

3 set 2023 - 14h42
(atualizado às 14h45)
Compartilhar
Exibir comentários

A quarta rodada do Campeonato Inglês foi encerrada com clássico emocionante. No Emirates Stadium, em Londres (ING), o Arsenal recebeu o Manchester United, na tarde deste domingo, e venceu de virada por 3 a 1. Marcus Rashford abriu o placar para os visitantes, mas Odegaard, Declan Rice e Gabriel Jesus viraram para os donos da casa.

Assim, o atual vice-campeão inglês mantém a invencibilidade no Nacional - são três vitórias e um empate -, além de continuar próximo do líder Manchester City. A equipe treinada por Mikel Arteta chega aos dez pontos, assumindo a quinta posição, e fica dois atrás do primeiro colocado.

Por sua vez, os Red Devils estacionam nas seis unidades e figuram na 11ª colocação. O time treinado por Erik ten Hag soma dois triunfos e dois reveses na atual temporada da Premier League.

Na próxima rodada, portanto, o Arsenal visita o Everton, às 12h30 (de Brasília) do dia 17 de setembro (domingo), no Goodison Park, em Liverpool (ING). Na manhã do sábado, o Manchester United recebe o Brighton, a partir das 11 horas, no Old Trafford, em Manchester (ING).

Vale lembrar que as competições terão uma pausa de quase duas semanas devido à próxima Data Fifa.

O jogo entre Arsenal e Manchester United

Jogando diante do seu torcedor, o Arsenal ficou mais tempo com a bola e propôs o jogo. Assim, aos 12 minutos do primeiro tempo, criou a primeira grande chance: Havertz ficou com a sobra após rebote da defesa do United, mas acabou furando a bola de frente para o gol de Onana, dentro da área. Na sequência, Martínez mandou para escanteio.

A resposta dos Red Devils foi certeira. Em jogada aos 26 minutos, Eriksen interceptou passe de Havertz na intermediária defensiva e puxou o contra-ataque. O meia dinamarquês então encontrou bom passe em profundidade para Rashford, que dominou na ponta esquerda, puxou para o meio e bateu para abrir o placar em Londres. Ramsdale até tocou na bola, que tocou na trave antes de entrar.

Apenas um minuto depois, entretanto, os Gunners empataram o confronto. Após jogada pela esquerda, Martinelli acionou Odegaard dentro da área, livre para finalizar firme de primeira e deixar tudo igual no Emirates Stadium.

Gunners garantem vitória emocionante no clássico no fim

Na volta do intervalo, o Manchester United levou perigo logo aos oito minutos. Martial finalizou na área, mas Ramsdale fez boa defesa. Na sobra, Rashford chegou batendo, porém, a bola bateu em Saliba no meio do caminho e saiu em escanteio. Aos 12, o Arsenal teve pênalti marcado a favor, entretanto, com o auxílio do VAR, o árbitro entendeu que o toque de Wan-Bissaka em Havertz não foi faltoso e voltou atrás, anulando a penalidade.

Os donos da casa seguiram no ataque em busca da virada. Dessa forma, levou perigo aos 22 minutos, em finalização de fora da área de Martinelli, que saiu rente à trave esquerda de Onana. Depois, já aos 35, Saka recebeu passe dentro da área em ótima posição para balançar as redes, mas chutou em cima do goleiro camaronês e desperdiçou a oportunidade.

O United até chegou a tomar a liderança no marcador aos 42 minutos, com belo gol em contra-ataque coletivo, finalizado por Garnacho na saída de Ramsdale. No entanto, o atacante argentino estava pouco à frente na hora que recebeu o passe e, portanto, o VAR anulou o tento.

Por fim, quem marcou os gols vitoriosos foi o Arsenal. Aos 51 do segundo tempo, Declan Rice aproveitou cobrança de escanteio, dominou e chutou forte. A bola ainda desviou em Maguire no meio do caminho e matou o goleiro Onana. Quatro minutos depois, Gabriel Jesus partiu livre em contra-ataque, invadiu a área, deixou Dalot no chão e sacramentou a vitória dos Gunners com um golaço.

Confira os demais resultados do Campeonato Inglês neste domingo:

Crystal Palace 3 x 2 Wolverhampton

Liverpool 3 x 0 Aston Villa

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade