PUBLICIDADE

IFFHS: Boca, São Paulo e Santos são melhores do século na América do Sul

12 mar 2012 16h28
| atualizado às 18h42
Publicidade

De acordo com ranking elaborado pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS), São Paulo, Santos e Cruzeiro estão entre os cinco melhores clubes da América do Sul neste início de século 21. Com uma Copa Libertadore vencida e um Mundial de Clubes da Fifa vencidas neste período, o time tricolor é o melhor brasileiro colocado na relação, divulgada pela entidade nesta segunda-feira, ficando atrás somente do Boca Juniors, tricampeão da América (2001, 2003 e 2007) no período considerado pela IFFHS.

» Polêmicas, denúncias e títulos: relembre a era Teixeira
» De curiosidades a destaques, saiba tudo da Libertadores 2012

Atual campeão da competição continental e vice-campeão mundial, o Santos vem logo atrás do São Paulo, no terceiro posto. Em seguida está o Cruzeiro, vice-campeão da Libertadores de 2009. Nem mesmo a queda recente para a segunda divisão da Argentina foi suficiente para tirar o River Plate da lista dos cinco melhores clubes sul-americanos, uma posição à frente do Internacional, que conquistou o mais importante título sul-americano por duas vezes, em 2006 e 2010.

Para ranquear as 200 equipes listadas, a IFFHS explicou que considerou todos os resultados de campeonatos nacionais, além de torneios da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) e pela Fifa disputados entre 2001 e 2011.

O domínio do futebol brasileiro pode ser visto entre os 100 primeiros colocados do ranking de clubes, com 20 clubes. A seguir, a Colômbia desbanca a Argentina com 16 representantes, contra 15 dos eternos rivais dos brasileiros no futebol.

Confira o ranking dos melhores clubes da América do Sul no século 21, segundo a IFFHS:

1. Boca Juniors (Argentina) - 2.199,0 pontos
2. São Paulo (Brasil) - 2.041,0
3. Santos (Brasil) - 1.805,0
4. Cruzeiro (Brasil) - 1.771,0

5. River Plate (Argentina) - 1.732,0
6. Internacional (Brasil) - 1.641,0
7. Vélez Sarsfield (Argentina) - 1.638,0
8. Nacional (Uruguai) - 1.570,5
9. Libertad (Paraguai) - 1.550,5
10. Estudiantes de La Plata (Argentina) - 1.513,0
11. San Lorenzo (Argentina) - 1.506,0
12. Grêmio (Brasil) - 1.493,0
13. Cerro Porteño (Paraguai) - 1.490,0
14. Flamengo (Brasil) - 1.460,0
15. Universidad Católica (Chile) - 1.438,0
16. Fluminense (Brasil) - 1.437,0
17. Corinthians (Brasil) - 1.431,0

18. Colo Colo (Chile) - 1.393,0
19. LDU (Equador) - 1.389,0
20. Universidad de Chile (Chile) - 1.320,5
21. Palmeiras (Brasil) - 1.250,0
22. Atlético Medellín (Colômbia) - 1.178,0
23. Once Caldas (Colômbia) - 1.175,5
24. Vasco da Gama (Brasil) - 1.168,0
25. Cienciano (Peru) - 1.164,5
26. Lanús (Argentina) - 1.145,0
27. Peñarol (Uruguai) - 1.138,5
28. Alianza Lima (Peru) - 1.134,0
29. Universitário (Peru) - 1.123,5
30. Atletico-PR (Brasil) - 1.116,0

Campeão da Libertadores em 2005, time tricolor só fica atrás de argentinos entre melhores deste século
Campeão da Libertadores em 2005, time tricolor só fica atrás de argentinos entre melhores deste século
Foto: Fernando Borges / Terra
Fonte: Terra
Publicidade