PUBLICIDADE

Grécia aprova lei contra violência em estádios de futebol

7 mai 2015 14h17
| atualizado às 15h21
ver comentários
Publicidade

O parlamento da Grécia aprovou nesta quinta-feira uma lei que pretende pôr fim à violência e à corrupção no futebol, por meio do aumento de controle de acesso aos estádios e mais transparência nas comissões disciplinares.

Futebol grego tem tido recorrentes problemas de violência
Futebol grego tem tido recorrentes problemas de violência
Foto: InTime Sports / AP

A lei obriga as equipes a instalar câmeras de segurança nos estádios, além da entrada eletrônica, que permite identificar o comprador e a localização na arquibancada. As equipes cujos estádios não cumprirem essas duas condições terão que jogar em seus estádios com portões fechados a partir da próxima temporada.

A lei também introduz o direito do ministro de Esportes de suspender rodadas ou decretar a realização de jogos com portões fechados em caso de distúrbios graves, assim como impor multas aos clubes responsáveis, que vão de 10 mil a 1 milhão de euros.

Além disso, a lei estipula que as comissões disciplinares da federação grega antidoping (EPO) serão compostas por juízes profissionais nomeados a partir de uma lista preparada pela procuradoria. Até agora, eram escolhidos juízes aposentados, alguns dos quais estão sob suspeita de manipulação de resultados de partidas.

Torcida do Panathinaikos causa tumulto antes de clássico:

A Justiça grega investiga atualmente 50 pessoas entre membros de comissões disciplinares, conselho de administração da EPO, árbitros e presidentes de equipes por participação em organizações criminosas.

A lei foi aprovada após cinco semanas de negociação entre o ministro adjunto de Esportes, Stavros Kondonis, e a Uefa, que certificou que o texto cumpre tanto seus requisitos como os da Fifa, e evita assim a suspensão da EPO, que terá que adequar seus estatutos aos das duas entidades.

A lei foi anunciada após a suspensão de duas rodadas do Campeonato Grego em fevereiro e a realização das duas seguintes com portões fechados por causa de graves incidentes provocados por torcedores no clássico entre Panathinaikos e Olympiakos.

Duas semanas depois, foi suspenso o jogo pela Copa da Grécia entre Olympiakos e AEK, também por incidentes provocados por torcedores.

Clássico grego é marcado por invasões e sinalizadores:

 

EFE   
Publicidade
Publicidade