PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Favoritar Time

Esse fica! Oferta desagrada São Paulo, que segura Toloi

23 jul 2015 18h38
| atualizado às 19h06
ver comentários
Publicidade

O zagueiro Rafael Toloi aumentou a lista de jogadores que estiveram perto de deixar o São Paulo em 2015. O jogador recebeu uma proposta de 4 milhões de euros (quase R$ 14 milhões) para se transferir ao Olympiakos, da Grécia, mas não recebeu o aval do clube do Morumbi para acertar a transferência.

A oferta não foi sedutora porque o São Paulo, em crise financeira, possui só 10% dos direitos econômicos de Toloi. Ou seja, não lucraria mais do que R$ 1,4 milhão com a transação. Para piorar, o elenco comandado pelo colombiano Juan Carlos Osorio sofreu baixas em sua zaga recentemente, com as saídas de Dória e Paulo Miranda, e procura novas opções justamente para esse setor.

Rodrigo Caio sobre expulsões: "Osorio não perdeu vestiário":

Para o também defensor Rodrigo Caio - outro que quase foi para a Europa, para a Espanha -, a permanência de Rafael Toloi será importante para a sequência da temporada.

"Fico feliz por ele estar aqui. É um excelente jogador", definiu Rodrigo Caio, estendendo o seu comentário ao atacante Luís Fabiano, que chamou a atenção do mexicano Cruz Azul, e ao meia Paulo Henrique Ganso, antes na mira do norte-americano Orlando City. "É a mesma coisa. São dois atletas muito qualificados, que dispensam comentários."

Aos 24 anos, Rafael Toloi tem contrato com o São Paulo válido até 31 de dezembro de 2018. Ele treina para enfrentar o Cruzeiro no domingo, no Morumbi, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Rivalidade! Rodrigo Caio cita fator casa para bater Cruzeiro:

Sem preocupação

O dinheiro de uma eventual venda de Rafael Toloi não solucionaria os problemas do São Paulo, porém a crise também já causa menor inquietação no elenco.

"Todo profissional quer receber pelo que faz, e existe um desconforto quando isso não acontece. Mas a maior motivação é estar dentro de campo, independentemente da situação. Todos estão se dedicando, dando o seu melhor. E já foram pagos os salários atrasados. O pensamento é só em vitórias, em ganhar confiança", disse Rodrigo Caio, que fez o clube deixar de ter um lucro significativo com o fracasso de sua ida ao futebol espanhol.

 
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade