PUBLICIDADE

Rivais ironizam "ousadia" de Neymar: só quando está ganhando

29 jan 2015
00h11 atualizado às 07h45
0comentários
00h11 atualizado às 07h45
Publicidade
<p>Neymar gerou pol&ecirc;mica com seu estilo de jogo no duelo com o Atl&eacute;tico</p>
Neymar gerou polêmica com seu estilo de jogo no duelo com o Atlético
Foto: Dani Pozo / AFP

Neymar não se destacou apenas pelos dois gols marcados sobre o Atlético de Madrid na vitória por 3 a 2 que garantiu a classificação do Barcelona às semifinais da Copa do Rei. O atacante brasileiro também provocou os rivais no Estádio Vicente Calderón e esquentou os ânimos do duelo. E ao apito final, os atletas do time da capital espanhola dispararam contra a postura do ex-santista.

"Em toda sua carreira, ele vai ter problemas", criticou o meio-campista Cani. "Neymar tem um estilo de jogo diferente. Dá caneta, fala...é sua forma de jogar. Porém, algum dia vai criar confusões, como criou hoje. Mas se ele gosta...".

Por sua vez, o volante Gabi, que acabou expulso, tratou de ironizar o comportamento de Neymar, principalmente quando o Barcelona tinha a vantagem no marcador. "Ele tem uma maneira de jogar um pouco peculiar, especialmente quando ele está ganhando. Sempre faz gestos no campo", disse.

<p>Neymar discute com Fernando Torres&nbsp;em confus&atilde;o que terminou com a expuls&atilde;o de Gabi</p>
Neymar discute com Fernando Torres em confusão que terminou com a expulsão de Gabi
Foto: Alberto Martin / EFE

Porém, buscando contornar a situação, o técnico do Barcelona, Luis Enrique, saiu em defesa de seu comandado. Na ótica do treinador, que substituiu Neymar aos 31min do segundo tempo para evitar maiores confusões, a postura ousada do brasileiro permanece inalterada, independente da dificuldade do jogo.

"Chegou um momento em que o jogo ficou feio, e tiramos Neymar para que não esquentasse mais. Os profissionais devem ser inteligentes e saber que são companheiros. É preciso prestar atenção, porque parecia outra coisa. A atitude de Neymar é a de sempre, com muita ousadia, nos dando muito no ataque e na defesa. Ele entende o futebol assim e ninguém vai mudá-lo. Nos agrada que ele seja valente", ressaltou o treinador.

O Barcelona espera nas semifinais o vencedor do confronto entre Getafe e Villarreal, que se enfrentam pela partida de volta nesta quinta-feira. Na ida, o Villarreal levou a melhor por 1 a 0.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade