1 evento ao vivo

Jogatina, R$ 1,3 mi e caviar: os bastidores do festão de CR7

11 fev 2015
10h15
  • separator
  • 0
  • comentários

É possível que o melhor jogador do mundo cause problemas a uma equipe? Cristiano Ronaldo provou que sim. O craque comemorou 30 anos de vida com um “festão” neste fim de semana e provocou crise no Real Madrid por ela ter ocorrido poucas horas depois da goleada sofrida pelo time merengue por 4 a 0 para o Atlético de Madrid no Vicente Calderón. Na Espanha, só se fala disto. Mas e como foi a celebração do português? O jornal Mundo Deportivo também se fez esta pergunta e resolveu respondê-la.

<p>Melhor jogador do mundo celebrou 30 anos em dia de vexame do Real e causou polêmica</p>
Melhor jogador do mundo celebrou 30 anos em dia de vexame do Real e causou polêmica
Foto: Alexander Hassenstein / Getty Images

De acordo com o diário catalão, a festa de Cristiano Ronaldo foi realizada em um luxuoso restaurante de La Finca, localizado em Pozuelo de Alarcón, Madri, onde residem o camisa 7 e outros jogadores do Real Madrid. Entre atletas, marcaram presença na celebração Marcelo, Keylor Navas, Pepe, James Rodríguez, Fabio Coentrão, Khedira e Modric. Os outros jogadores do clube merengue foram convidados, mas não compareceram. Casillas e Sergio Ramos, segundo a imprensa espanhola, foram os que ficaram mais irritados com a realização do evento no mesmo dia da derrota por 4 a 0 para o rival de cidade.

Apesar disto, a festa de Cristiano Ronaldo foi um sucesso. No total, 160 pessoas compareceram à celebração, que, de acordo com o Mundo Deportivo, custou 400 mil euros (R$ 1,3 milhão) entre comida, bebida e fogos de artifício aos bolsos do melhor jogador do mundo. A principal atração? O romântico cantor colombiano Kelvin Roldán, que comumente toca nos carros de Cristiano Ronaldo e que foi apontado como o “delator” da festa.

Foi Roldán quem publicou fotos e vídeos do evento nas redes sociais. Em uma das filmagens, Cristiano Ronaldo aparece ao lado do colombiano cantando a música “Si no te enamoras”. Isto, de acordo com o representado do craque, Jorge Mendes, chateou o melhor jogador do mundo, que não queria tornar público algo que deveria ser privado.

Nem aí? CR7 canta em festa após derrota e gera polêmica

Mas tudo vazou. Um dos aspectos mais chamativos da festa, de acordo o Mundo Deportivo, foi a existência de uma “moeda própria” da celebração. Cristiano Ronaldo distribuiu notas fictícias com valor de cinco dólares aos convidados. Elas eram pretas e estavam gravadas com a data do aniversário do craque (05/02/2015) e o número 30 (em referência às três décadas de vida completadas pelo jogador). A numeração, aliás, era formada por uma bola de ouro (talvez em alusão à premiação da Fifa conquistada pelo português pelo segundo ano consecutivo em janeiro).

A festa também foi regada a muita “jogatina”. Mesas de poker e de blackjack não faltaram. E o cardápio? Segundo a publicação catalã, os convidados à celebração de Cristiano Ronaldo saborearam pratos “luxuosos” e diversos, como caviar, presunto ibérico, lagosta, merluza, marisco, entre outros. Entre as bebidas, havia garrafas de champanhe de R$ 508, de vinho branco de R$ 429 e de vinho tinto de R$ 746. Isso sem falar no whisky.

A “festa da desonra”, como ficou conhecida no Twitter, foi bastante animada, não é mesmo?

 

Los cracks, que honor compartir con ustedes @jamesrodriguez10 @cristiano ♛

Uma foto publicada por Kevin Roldan ♛ (@kevinroldankr) em

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade