1 evento ao vivo

Thomas Tuchel revela que Neymar está triste no PSG

Técnico alemão revela que jogador está incomodado com o excesso de pressão externa

3 mai 2019
13h11
atualizado às 13h51
  • separator
  • comentários

Após uma semana complicada com a perda do título da Copa da França e derrota no Campeonato Francês, Neymar continua sendo assunto no Paris Saint-Germain. Nesta sexta-feira, o técnico alemão Thomas Tuchel revelou que o brasileiro está triste com o que aconteceu nos últimos dias e pede compreensão com o atacante, que para ele é uma pessoa diferente do que a maioria pensa de fora.

"Ele está triste, não está feliz neste momento. Este falatório ao redor tem grande influência sobre ele. Só posso dizer que conheci uma pessoa que é fácil criticar de fora e quando você conhece ele internamente, no cara a cara, quando ele está aberto e há uma confiança, você conhece uma pessoa totalmente diferente do que a maioria das pessoas pensam de fora", disse Tuchel, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, em Paris.

Neymar em campo pelo PSG na final da Copa da França
Neymar em campo pelo PSG na final da Copa da França
Foto: Federico Pestellini / Reuters

"É difícil, mas se for possível, ele deve mostrar a todos de fora a pessoa que ele realmente é. Ele não fala com muita gente, do jeito que ele é. É fácil culpá-lo, é fácil falar mal dele. Sabemos que (a agressão) foi uma reação que não queríamos, claro. Não combina com ele, não é do nosso time. Foi um grande erro", completou.

No último sábado, Neymar se viu envolvido em duas polêmicas depois da final da Copa da França, quando o Paris Saint-Germain foi derrotado pelo Rennes na disputa por pênaltis. O brasileiro fez críticas aos jovens do elenco na zona mista do Stade de France e depois viu viralizar um vídeo em que aparece agredindo um torcedor que estava nas arquibancadas e o provocou quando subia para receber a premiação pelo vice-campeonato.

Nesta sexta-feira, a Federação Francesa de Futebol (FFF, na sigla em francês) anunciou que abriu uma investigação contra Neymar pela agressão a um torcedor após a decisão. O camisa 10 poderia receber uma suspensão de três a oito jogos, segundo a imprensa local, por ter agredido um torcedor rival. O caso poderia enquadrar o brasileiro em um de dois artigos, o que poderia variar a sua punição.

Veja também

 

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade