PUBLICIDADE

Após acusações, Luís Filipe Vieira tira licença da função de presidente do Benfica

9 jul 2021 12h26
| atualizado às 12h26
ver comentários
Publicidade

Após sequência de uma investigação por suspeitas de fraude e sonegação de impostos, Luís Filipe Vieira resolveu tirar uma licença nas funções de presidente do Benfica.

O comunicado, lido aos jornalistas, veio nesta manhã de sexta-feira pelo seu advogado Magalhães e Silva. "O Benfica está primeiro. Perante os eventos dos últimos dias no âmbito da operação Cartão Vermelho, em que sou diretamente visado, e enquanto o inquérito em curso puder constituir fator de perturbação, suspendo com efeitos imediatos o exercício das minhas funções como presidente do Benfica, bem como de todas as participadas do clube. Apelo a todos os benfiquistas para que se mantenham serenos na defesa do bom nome da grande instituição que é o Benfica."

O empresário Luís Filipe foi alvo de uma detenção policial nesta última quarta-feira, e Magalhães e Silva ainda disse que a decisão foi "comunicada em simultâneo às estruturas interessadas".

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade