PUBLICIDADE

Em bom jogo, Peru e Uruguai empatam pelas Eliminatórias

Donos da casa saíram na frente com gol de bicicleta de Tapia, mas Arrascaeta deixou tudo igual

2 set 2021 23h57
| atualizado em 3/9/2021 às 00h08
ver comentários
Publicidade

Na noite desta quinta-feira (2), Peru e Uruguai ficaram no placar de 1 a 1 em partida válida pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. Em Lima, a seleção da casa saiu na frente com gol de bicicleta de Tapia, mas, logo em seguida, Arrascaeta deixou tudo igual no placar. O empate tirou os peruanos da lanterna, enquanto que recolocou os uruguaios na zona de classificação direta ao Mundial.

Agora, as duas seleções voltam a campo no próximo domingo (5). Às 19h, o Uruguai recebe a Bolívia. Enquanto isso, o Peru encara a Venezuela, em casa, às 22h. Ambas as partidas são válidas pela 6ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, que foi adiada em março por conta do agravamento da pandemia no continente.

Começo equilibrado

Os primeiros 15 minutos puderam ser divididos em duas partes: domínio uruguaio e depois peruano. Logo nos movimentos iniciais, o Uruguai encurralou a seleção rival e impôs seu jogo, ainda que sem conseguir finalizar diretamente ao gol.

Partida terminou com placar igual na capital peruana (Foto: Divulgação/Seleção Peruana de Futebol)
Partida terminou com placar igual na capital peruana (Foto: Divulgação/Seleção Peruana de Futebol)
Foto: Lance!

Depois de algum tempo, o Peru acordou para o jogo e passou a ficar mais com a posse da bola. Com Guerrero liderando o ataque, os companheiros procuraram o atacante, que chegou com certo perigo aos 10 minutos, quando teve seu chute travado. Pouco depois, Maxi Gómez respondeu pelo lado visitante, mas parou em Gallese, que segurou firme.

Tapia (de bicicleta) lá, Arrascaeta cá

O jogo que seguia equilibrado e morno até os 15 minutos ganhou emoção a partir dos 20. Em cobrança de escanteio, a defesa uruguaia afastou a bola, mas ela desviou no ataque peruano e se ofereceu para Tapia. O volante tentou uma bicicleta e contou com desvio de Giménez para enganar Muslera e abrir o placar para os donos da casa.

O Uruguai não se mostrou abalado com o gol e não demorou muito para deixar tudo igual. Cinco minutos depois, aos 29, Vecino tabelou com Bentancur, mas viu Santamaría apareceu para fazer o corte e sair jogando. Entretanto, o camisa 5 uruguaio colocou o pé na bola e ela se ofereceu para Arrascaeta. O meia do Flamengo limpou para a perna esquerda e bateu colocado, sem chances para Gallese.

Estilos diferentes

Com o placar novamente igual, as duas equipes voltaram para as suas propostas iniciais. Pelo lado uruguaio, a seleção optou por ficar mais com a bola e trabalhar os passes até conseguir infiltrar na defesa adversária, o que não aconteceu.

Por sua vez, o Peru optou por deixar a posse com o adversário e buscou explorar as jogadas em velocidade com Carrillo e Flores. Em outras tentativas, a ligação direta com Guerrero chegou a acontecer, mas nada que gerasse perigo. Assim, o placar de 1 a 1 ficou registrado na ida para o intervalo.

Volta ruim

Os vestiários não fizeram bem para as duas seleções. Na volta do intervalo, dois times mudaram de estratégia e o ritmo do jogo caiu. O Peru optou por ficar mais com a bola e ter calma para encontrar espaços e, assim, conseguir finalizar. Contudo, os erros foram frequentes.

Os comandados de Óscar Tabárez não repetiram o que fizeram ao longo do etapa inicial. Assim, ficaram acuados no campo defensivo e deixaram o adversário rondar a área, mas fechando bem os espaços, evitando maiores perigos ao gol de Muslera.

Tentou a pressão, mas...

No decorrer da etapa final, o Peru tomou conta da partida e se impôs. As mudanças de Óscar Tabárez no Uruguai foram muito mais para se retrair do que realmente tentar alguma ação mais ofensiva. Enquanto isso, Ricardo Gareca mandou seu time ao campo de ataque com força.

Sendo assim, as chances começaram a aparecer, e logo Yotún recebeu livre na entrada da área e tentou finalizar no canto. Muslera caiu e fez a defesa firme. Já na reta final, Cueva dominou pelo lado direito da área e rolou para Carrillo que chegava de trás. O atacante tentou bater firme, mas acabou isolando. Nández teve a chance de matar o jogo a favor do Uruguai nos acréscimos em um contra-ataque, porém teve o chute desviado. Depois do escanteio, Piquerez ainda acertou a trave em arremate de longe.

FICHA TÉCNICA

PERU 1 X 1 URUGUAI

Local: Estádio Nacional, em Lima (PER)

Data/Horário: 02 de setembro de 2021 (quinta-feira), às 22h

Árbitro: Nestor Pitana (ARG)

Assistentes: Ezequiel Brailovsky (ARG) e Gabriel Chade (ARG)

Gols: Tapia (24'/1°T) (1-0), Arrascaeta (29'/1°T) (1-1)

Cartões amarelos: Godín (Uruguai)

PERU: Gallese; Advíncula, Santamaría, Callens e López; Tapia (Cartagena, aos 25'/2°T), Yotún e Cueva (Ruidíaz, aos 40'/2°T); Carrillo, Guerrero e Flores (Peña, aos 25'/2°T). Técnico: Ricardo Gareca.

URUGUAI: Muslera; Nández, Godín, Gímenez e Viña (Piquerez, aos 25'/2°T); Bentancur (Arambarri, aos 25'/2°T), Valverde (Giovanni González, aos 36'/2°T), Vecino e Arrascaeta (Terans, aos 20'/2°T); Gómez (Jonathan Rodríguez, aos 20'/2°T) e Brian Rodríguez. Técnico: Óscar Tabárez.

Lance!
Publicidade
Publicidade