PUBLICIDADE

Futebol Internacional

Clube belga da 777 Partners, dona do Vasco, sofre transfer ban por dívidas

Standard Liège tem série de irregularidades e precisará quitar dívida. Clube é gerido pela mesma empresa da SAF do Cruz-Maltino

22 dez 2023 - 00h05
(atualizado às 09h35)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Daniel Ramalho/Vasco - Legenda: Josh Wander é o dono da 777 Partners / Jogada10

O Standard Liège, da Bélgica, sofreu um transfer ban da Federação Belga de Futebol (URBSFA, na sigla em francês). O motivo é uma série de irregularidades financeiras. O assunto ganha importância porque o clube pertence à 777 Partners, empresa que também é dona do Vasco.

A entidade notificou o Standard Liège por não apresentar comprovantes de pagamentos de transferências de alguns jogadores. Além disso, porém, segundo a mídia europeia, o clube tinha dívidas com atletas, funcionários e o governo.

Neste momento, a alguns dias da abertura da janela de transferências, o clube está impedido de fazer contratações. Em nota, contudo, o Standard Liège informou que vai regularizar a situação com dinheiro da 777.

"Conforme indicado à Comissão, os recursos necessários para regularizar a situação chegam hoje (quinta-feira) do acionista do clube. Para esta sexta-feira, 22 de dezembro, o clube tem toda a confiança de que a situação será resolvida. A possibilidade de transferência de jogadores a partir de 1º de janeiro não será, portanto, prejudicada", declarou o Standard Liège.

Neste ano, o Vasco também ficou impedido de contratar por alguns meses após atrasar o pagamento das negociações de Léo Jardim, Puma Rodríguez e Manuel Capasso com Lille (FRA), Nacional (URU) e Atlético Tucumán (ARG), respectivamente. Em outubro, porém, o Cruz-Maltino resolveu a situação e, hoje, tem tudo em dia.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade