0

Gol decisivo consagra atuação de Emil Forsberg contra Suíça

3 jul 2018
13h34
atualizado às 14h58
  • separator
  • 0
  • comentários

Desde que Zlatan Ibrahimovic decidiu pela aposentadoria da seleção da Suécia, os holofotes de grande destaque do país e a alcunha de "craque" do time ficaram sob a responsabilidade de Emil Forsberg. Dono de boas temporadas defendendo as cores do RB Lepizig, da Alemanha, o meio-campista teve uma grande atuação nas oitavas de final da Copa do Mundo e sua atuação consagrada com o gol da classificação contra a Suíça.

Antes do início da caminhada sueca em solo russo, as esperanças de uma classificação na fase de grupos tinha nos pés de Forsberg sua principal esperança. Nos três primeiros jogos, porém, o camisa 10 somou atuações apagadas e um desempenho distante do que se esperava dele. Mesmo assim, o time comandado por Janne Andersson não só avançou, como ficou na liderança do grupo.

As partidas eliminatórias eram a última chance do meio-campista se provar como candidato a sucessor de Ibrahimovic no aspecto técnico da seleção. E foi o que ele fez logo nas oitavas de final. Conhecida por seu "ferrolho" defensivo, a Suécia mostrou algo bem diferente da tradição e se arriscou contra a Suíça, buscando a todo momento aproveitar os erros do adversário a partir da transição rápida.

Foi dessa forma que brilhou a estrela de Forsberg. Vendo seus companheiros perderem sucessivas chances, o meia chamou para si a responsabilidade e, aos 20 minutos do segundo tempo, carregou a bola do lado esquerdo do ataque para o meio e arriscou da entrada da área. O chute que se encaminhava para uma defesa fácil de Sommer encontrou o pé de Arkanji no meio do caminho e, depois, o fundo da rede.

O gol, aliás, não foi o único momento de brilhantismo do grande destaque sueco. Desde o início, foi quem mais apareceu para propor o jogo e, como "cabeça pensamento do meio-campo", tinha a responsabilidade de participar de todos os ataques, sempre buscando o passe mais incisivo que quebrasse as linhas de marcação suíças.

Depois de uma primeira fase apagada, Forsberg ressurge com uma grande atuação nas oitavas de final e volta a figurar como a grande esperança da Suécia nas quartas de final, programada para o próximo sábado, às 11h (de Brasília), contra o vencedor do confronto entre Colômbia e Inglaterra.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade