PUBLICIDADE

Ex-mulher de Hakimi é surpreendida ao saber que bens do jogador estão no nome da mãe do atleta

Hiba Abouk pede em divórcio metade do patrimônio do lateral-direito do PSG, mas descobre que ele não teria propriedades e contas bancárias em seu nome

15 abr 2023 - 15h25
(atualizado em 18/4/2023 às 08h47)
Compartilhar
Exibir comentários

O lateral-direito Achraf Hakimi, acusado de estupro, driblou a ex-mulher Hiba Abouk no pedido de separação. Segundo a revista First Magazine, a espanhola foi surpreendida pelos advogados ao saber que o jogador marroquino do Paris Saint-Germain não possui muitos bens em seu nome, sua fortuna estaria no nome de sua mãe. Hakimi está sendo indiciado por estupro de uma jovem de 24 anos que teria ocorrido no fim de fevereiro.

Achraf Hakimi e Hiba Abouk
Achraf Hakimi e Hiba Abouk
Foto: Instagram/achrafhakimi / Estadão

Hiba Abouk, casada com o marroquino desde 2019, entrou com pedido de separação antes da denúncia do estupro, em 25 de fevereiro deste ano. No entanto, os advogados descobriram que 80% dos bens do jogador estariam no nome de sua mãe no Marrocos. Hakimi joga pelo Paris Saint-Germain, mesmo clube de Neymar, Messi e Mbappé, e tem salário avaliado de 1 milhão de euros, cerca de R$ 5,4 milhões.

ENTENDA O CASO HAKIMI

O caso teria se dado em Boulogne-Billancourt, comuna francesa localizada em Paris, na região administrativa do Parc Des Princes, estádio do PSG. Após se conhecerem pelo Instagram em meados de janeiro, a vítima foi à casa do jogador a bordo de um Uber pago por Hakimi.

Na casa, "as coisas saíram do controle", segundo a própria mulher ao relatar o acontecimento. Contra sua vontade, o lateral do PSG teria retirado suas vestes, beijado seus seios e penetrado suas partes íntimas com as mãos. A jovem, que não teve sua identidade revelada, conseguiu escapar ao chutar Hakimi. Fora do apartamento, ela enviou uma mensagem a um amigo para resgatá-la de carro e a socorrer no local.

Fora da partida do Paris Saint-Germain por causa de uma lesão no quadril, Hakimi estaria sozinho em sua casa - o que propiciou a visita da mulher. De acordo com registro nas redes sociais, sua mulher, a atriz Hiba Abouk, e seus dois filhos estavam de férias em Dubai.

Em março, a modelo Hiba Abouk se pronunciou pela primeira vez desde que o marido foi acusado de estupro. "Sempre ao lado das vítimas", declarou a espanhola. Em carta aberta publicada em suas redes sociais, Hiba justificou seu silêncio em relação à acusação ao afirmar que precisava de um tempo para digerir todas as informações.

Carta de Hiba Abouk na íntegra

Hoje me sinto no dever de tornar pública este comunicado para expressar meu estado de espírito e esclarecer em primeira mão as informações erradas que estão circulando. E ainda que o silêncio possa ajudar em certos temas ou questões sensíveis, tenho uma necessidade urgente de me explicar, para poder retomar a minha vida pessoal, pública e profissional da forma menos nociva e traumática possível, protegendo acima de tudo os meus filhos, que são minha prioridade absoluta.

A realidade é que já faz algum tempo que, depois de pensar muito nisso, o pai dos meus filhos e eu tomamos a decisão de terminar nosso relacionamento, muito antes dos acontecimentos em que tenho me envolvido na mídia e que estou totalmente alheio. Depois de tomar a decisão de separar-se judicialmente e deixar de viver juntos, aguardando o processo de divórcio, quem imaginaria que além de enfrentar a conhecida dor que uma separação acarreta, e aceitar o luto que o insucesso de um projeto familiar acarreta a quem eu havia me entregado de corpo e alma, teria que enfrentar essa ignomínia. Eu precisei de tempo para digerir esse choque.

Na minha vida sempre estive e sempre estarei do lado das vítimas. Com a gravidade da acusação, só nos resta confiar e na boa condução da justiça. Peço que respeitem minha intimidade e de meus filhos. Obrigado a todas as pessoas que me mostraram seu apoio, carinho e respeito.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade