PUBLICIDADE

Campeonato Paulista

Patrocínio Logo do patrocinador

Conselho Técnico discute mudanças, mas decide manter fórmula do Paulistão para 2023

1 nov 2022 - 18h49
(atualizado às 19h16)
Compartilhar
Exibir comentários

Pelo 10º ano seguido, o Campeonato Paulista terá a mesma fórmula de disputa. Os 16 clubes são divididos em quatro grupos, sendo que cada time enfrenta os rivais das outras três chaves, totalizando 12 rodadas. Nesta terça-feira, em São Paulo, a Federação Paulista de Futebol (FPF) promoveu o sorteio dos grupos e antes dele aconteceu o Conselho Técnico com os presidentes das equipes participantes. Nele, mudanças foram discutidas, mas nada foi alterado.

De acordo com presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, a maior discussão no Conselho Técnico foi sobre a forma como os clubes se classificam para as fases eliminatórias. Atualmente os dois melhores de cada chave se enfrentam em jogo único nas quartas de final.

Uma das possibilidades discutidas pelos dirigentes era passar os oito melhores colocados no geral, independentemente da colocação em cada grupo, e a outra era classificar os primeiros de cada chave e os quatro que mais pontuarem também sem relação com a posição dentro do seu próprio grupo.

"Havia a possibilidade de ao invés de ser o campeão e o vice de cada chave ao término da primeira fase, em um proposta ser os oito (melhores colocados) direto no geral. Ou a outra proposta, os quatro campeões de cada grupo com os quatro melhores. Mas por maioria de votos, se manteve a atual fórmula", disse Reinaldo.

Sobre críticas pela atual fórmula ser injusta pelo fato de equipes com melhores campanhas não conseguirem a classificação ao mata-mata, como aconteceu no ano passado, o presidente da FPF ressaltou que o melhor é manter a competição como está para melhor entendimento do torcedor.

"Tem vantagens e desvantagens. Quando você analisa depois que o campeonato acaba, pode acontecer essas coisas. Mas é melhor que ele continue com a mesma fórmula porque quanto menos você precisa explicar a nova regra, gera mais credibilidade, mais tranquilidade. Isso facilita para o torcedor", comentou o dirigente.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade