1 evento ao vivo

Federação dá vitória ao Guarany de Sobral após confusão em Juazeiro

8 abr 2013
18h29

Interrompida aos 43 minutos do segundo tempo em função de um pênalti duvidoso cometido por Igor em Maciel, a partida entre Guarani de Juazeiro e Guarany de Sobral, que terminaria empatada em 0 a 0 não fosse a invasão de campo dos dirigentes do time da casa, conheceu seu resultado final nesta segunda-feira. Por decisão da Federação Cearense de Futebol, que culpou o time de Igor pela confusão, o placar determinado será 3 a 0 para os sobralenses.

"O jogo foi encerrado pelo árbitro antes do término regulamentar. A paralisação de acordo com relatório da arbitragem foi causada pela agremiação do Guarani de Juazeiro. Com isso e baseado no Artigo 43 do Regulamento Geral das Competições da FCF, o Departamento de Competições da entidade declara o placar de Guarani 0x3 Guarany", confirmou a Federação, deixando o Guarany de Sobral com 16 pontos, na zona de classificação do Estadual.

Na tarde de domingo, em jogo morno que caminhava para empate sem gols, o árbitro César Magalhães assinalou o contestável pênalti e gerou revolta na diretoria do Guarani de Juazeiro, que se sentiu prejudicada em pleno Romeirão. A invasão dos diretores levou alguns torcedores a procederem da mesma forma, impedindo a sequência da partida. A bola ficou parada na marca de pênalti diversas vezes, mas jogadores, torcedores e membros da diretoria apareceriam para afastá-la.

Com a impossibilidade de dar sequência à partida, o árbitro César Magalhães trilou o apito final e, na súmula, culpou o time de Juazeiro pela confusão. Mauro Carmélio, presidente da FCF, garantiu que o Guarani sofrerá outras punições além da derrota que deixa a equipe na vice-lanterna do Campeonato Cearense.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade