2 eventos ao vivo

Em jogo com apagão, Juventude bate Atlético-GO e deixa zona da degola

Tony, aos 46 minutos do primeiro tempo, fez o único gol da partida em Goiânia

18 set 2018
22h41
atualizado às 22h41
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois de dez jogos, o Juventude voltou a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. O time gaúcho visitou o Atlético Goianiense, no estádio Antônio Accioly, e venceu por 1 a 0. A partida válida pela 28.ª rodada ainda ficou marcada por uma paralisação de cerca de 55 minutos por falta de energia elétrica no início do segundo tempo.

A derrota complica o time goiano, que ainda ocupa a quarta colocação com 43 pontos, mas pode ser ultrapassado por Vila Nova, Avaí e Guarani, que ainda não jogaram na rodada. O Juventude, com 31 pontos, deixou a zona do rebaixamento, assumindo a 16.ª posição, com um ponto a mais do que o Paysandu e dois a mais do que o CRB. Os dois também têm um jogo a menos e podem recolocar a equipe gaúcha na zona da degola.

Jogo ficou marcado por uma paralisação de cerca de 55 minutos por falta de energia elétrica no início do segundo tempo
Jogo ficou marcado por uma paralisação de cerca de 55 minutos por falta de energia elétrica no início do segundo tempo
Foto: Reprodução Twitter Atlético-GO / Estadão

O Atlético-GO começou melhor e criou as principais chances de gol da primeira etapa, mas esbarrou no goleiro Douglas Silva, que estava em noite inspirada. O camisa 1 do Juventude fez uma série de defesas de alta dificuldade na primeira etapa, especialmente em cabeçada de Renato Kayzer, ainda no segundo minuto de bola rolando.

Aos poucos, o Juventude foi crescendo e passou a responder em contra-ataques. Aos 46 minutos, veio o castigo para o time da casa. Neuton invadiu a área e foi derrubado por Júlio César. O árbitro baiano Diego Pombo Lopez não teve dúvidas e marcou o pênalti. Na cobrança, Tony deslocou o goleiro e abriu o placar para os visitantes.

Logo no início do segundo tempo, com apenas dois minutos, os refletores do estádio se apagaram e a partida ficou interrompida por cerca de 55 minutos. Após a longa espera, a bola voltou a rolar e o Atlético-GO partiu para a pressão. O Juventude se segurou como pôde e seguiu contando com boa atuação de Douglas Silva.

Insistindo nas bolas levantadas para a área, mas sem levar a melhor contra a defesa adversária, o time da casa não conseguiu evitar a derrota em casa e frustrou a torcida que compareceu em bom número e ainda teve de esperar durante a paralisação por falta de energia.

O Juventude volta a campo em 27 de setembro, quando recebe o Londrina no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela 29.ª rodada. No dia 29, o Atlético enfrenta o Figueirense no Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 0 X 1 JUVENTUDE

ATLÉTICO-GO - Jefferson; Jonathan, Gilvan, Oliveira e Mascarenhas; Pedro Bambu (Vitinho), Rômulo e João Paulo; Tomas Bastos (Thiago Santos), Renato Kayzer (Denilson) e Júlio César. Técnico: Cláudio Tencati.

JUVENTUDE - Douglas Silva; Felipe Mattioni, Bonfim (Wagner), Micael e Neuton; Rodrigo, Lucas, Esquerdinha (Tony) e Leandro Lima (Diones); Denner e Hugo Sanches. Técnico: Luís Carlos Winck.

GOL - Tony, aos 46 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Diego Pombo Lopez (BA).

CARTÕES AMARELOS - João Paulo (Atlético-GO); Felipe Mattioni, Bonfim, Rodrigo e Denner (Juventude).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade