0

Cássio explica motivos para bom desempenho em pênaltis

Goleiro corintiano diz que é uma mistura de treino e "feeling" para conseguir defender penalidades

28 fev 2019
01h42
atualizado às 08h33
  • separator
  • 12
  • comentários

No mesmo dia em que completou 395 jogos com a camisa do Corinthians, o goleiro Cássio foi decisivo na eliminatória diante do Racing, no Cilindro, em Avellaneda. Depois de defender dois pênaltis e contribuir diretamente para o triunfo por 5 a 4 nas penalidades, logo depois do empate por 1 a 1 com a bola rolando, ele explicou que se agigantou em uma mistura de treino e feeling.

Entrevista coletiva do goleiro Cássio durante o treino do Corinthians realizado no CT Dr. Joaquim Grava, Zona Leste de São Paulo (22/01/2019)
Entrevista coletiva do goleiro Cássio durante o treino do Corinthians realizado no CT Dr. Joaquim Grava, Zona Leste de São Paulo (22/01/2019)
Foto: MARCO GALVãO/FOTOARENA / Estadão Conteúdo

"O Leandro (Idalino) me ajudou muito", disse o arqueiro, reconhecendo a contribuição do preparador de goleiros da equipe, que assumiu o cargo após a ida de Mauri Lima ao Al-Wehda, no ano passado. "Eu falei que não gostava muito de ficar vendo os números porque perdia a concentração no jogo, mas ele me passou tudo direitinho", avaliou o camisa 12.

No tempo normal, os argentinos abriram o placar e boa cabeçada de Cristaldo, ainda no primeiro tempo, mas Vagner Love, no começo da etapa final, deixou tudo igual para levar a decisão às penalidades. Na marca da cal, Cássio pegou dois pênaltis e o Alvinegro, na sétima cobrança, assegurou a vaga. O adversário da próxima fase será definido por meio de sorteio quando essa eliminatória terminar, apenas em abril.

Cássio, aliás, já havia dito algumas vezes que não gostava mais de ficar sabendo onde os jogadores iam bater, com medo de ficar "engessado" na hora de buscar as cobranças. O camisa 12 admitiu que a cobrança de Solari, por exemplo, ele defendeu no "feeling (palavra em inglês que faz referência ao instinto".

O arqueiro alvinegro já havia sido decisivo nas duas últimas disputas de pênalti da equipe, defendendo cobranças de Diego Souza e Liziero, na semifinal do Campeonato Paulista do ano passado, e de Dudu e Lucas Lima, na final do mesmo torneio, no Allianz Parque.

Ao lado do elenco, Cássio agora espera o adversário da próxima eliminatória, que será definido por meio de sorteio quando essa primeira fase terminar, apenas em abril. Antes disso, o Alvinegro entra em campo pelo Campeonato Paulista, contra o São Bento, no sábado, às 16h30 (de Brasília), em Sorocaba.

Veja também:

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 12
  • comentários
publicidade