PUBLICIDADE

Artur faz 3 gols, e Bragantino bate Rosario na Sul-Americana

Em noite inspirada do atacante, time venceu na Argentina por 4 a 3 e abriu vantagem no primeiro confronto das quartas de final da competição

10 ago 2021 21h18
| atualizado às 21h36
ver comentários
Publicidade

O torcedor do Red Bull Bragantino não poderia estar mais feliz. Além da boa campanha da equipe no Campeonato Brasileiro, o time, na noite desta terça-feira, até chegou a tomar sustos, mas conquistou uma ótima vitória sobre o Rosario Central, por 4 a 3, no jogo de ida das quartas de final Copa Sul-Americana, no Gigante de Arroyito, na Argentina.

Com três gols anotados, Artur foi o nome da vitória do Massa Bruta sobre a equipe argentina (Foto: Divulgação/CONMEBOL Sul-Americana)
Com três gols anotados, Artur foi o nome da vitória do Massa Bruta sobre a equipe argentina (Foto: Divulgação/CONMEBOL Sul-Americana)
Foto: Lance!

Com o resultado, o time paulista poderá jogar por um empate para avançar na competição. O próximo duelo entre as equipes acontecerá na terça-feira, no estádio Nabi Abi Chedid, às 19h15 (de Brasília).

Mesmo jogando longe de seus domínios, a equipe do Bragantino não quis saber do Rosario ir pra cima logo nos começo. Com isso, em uma primeira descida com perigo, Raul chegou a mandar na trave do goleiro Broun, quase inaugurando o marcador.

Aos 15 minutos, porém, o placar foi aberto. Em lance iniciado por Raul, o meia lançou para Artur na ponta direita e, após livrar-se da marcação, cruzou na medida para Praxedes abrir a contagem no Gigante de Arroyito.

Sem perder o embalo do bom momento, o clube brasileiro insistia nas jogadas ofensivas. Com isso, aos 17, Lucas Evangelista acabou sendo derrubado na área, fazendo com que a arbitragem marcasse a penalidade. Na cobrança, Artur bateu forte no canto esquerdo do goleiro, que até chegou acertar o canto, mas não o suficiente para fazer a defesa.

Atrás no marcador, o Rosario sabia que tinha que correr contra o tempo para tentar, ao menos, buscar um gol para dar início a uma reação. E conseguiu. Aos 22 minutos, aproveitando o rebote dado pela defesa adversária, Damián Martinez cruzou rasteiro para Marco Rúben, ex-Athletico, chegar e desviar para o fundo das redes: 2 a 1.

Já na reta final da etapa, com a equipe argentina tentando encontrar seu tento de empate, quem acabou surpreendendo foi o Bragantino. Aos 42 minutos, após um bonito cruzamento, Artur só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes marcando seu segundo gol no jogo, deixando sua equipe em ótimas condições para a etapa final.

Mesmo adotando uma postura mais ofensiva nos primeiros minutos, a equipe local acabou sofrendo algumas investidas do time brasileiro. Entretanto, sem êxito nas tentativas dos brasileiros, quem levou a melhor foram os argentinos que, aos 9 minutos, outra vez com ele, Marco Rúben, dando uma meia bicicleta, fazer 3 a 2.

E o jogo ganhou outro panorama após o gol dos donos da casa. Percebendo a intensidade, o Bragantino não quis saber de ficar muito atrás e, nas jogadas seguintes, foi pra cima em busca de aumentar a diferença. Porém, assim como foi no início, acabou não conseguindo marcar, dando a deixa para a equipe comandada por Kily González, aos 18, igualar tudo com Milton Caraglio, marcando de cabeça.

Artur decide novamente

Com a reação no placar, o Rosario ainda tentou pressionar o adversário na esperança de conquistar uma virada história em seu estádio. Com algumas alterações dos dois lados, quem marcou outra vez foi ele, Arthur. Aos 27 minutos, o atacante acabou se aproveitando na tentativa de Almada, mandando para o fundo das redes. O marcador apontava 4 a 3 para os brasileiros.

Na reta final, após novas alterações promovidas por Kily González e Maurício Barbieri, a emoção tomou conta do jogo. Com um verdadeiro lá e cá, Cleiton e Broun não tinham um minuto de sossego, porém o nenhum gol acabou saindo neste período, dando a deixa para a arbitragem colocar um ponto final no duelo.

FICHA TÉCNICA

ROSARIO CENTRAL 3 x 4 RED BULL BRAGANTINO

Data e horário: 10/08/2021, às 19h (de Brasília).

Local: Gigante de Arroyito, em Rosario (ARG).

Árbitro: Diego Mirko Haro Sueldo (PER).

Assistentes: Jonny Max Bossio Moncada (PER) e Eduardo Cardozo (PAR).

VAR: Cristian Garay (CHI).

Cartões Amarelos: Facundo Almada, 17'/1ºT; Fabrício Bruno, 24'/2ºT; Emmanuel Ojeda, 34'/1ºT; Luciano Ferreyra, 21'/2ºT.

Gols: Praxedes, 15'/1ºT (1-0); Artur, 19'/1ºT (2-0); Marco Rúben, 22'/1ºT (2-1); Artur, 42'/1ºT (3-2); Marco Rúben, 9'/2ºT (3-3); Milton Caraglio; Artur, 27'/2ºT (4-3).

ROSARIO CENTRAL: Jorge Broun; Damián Martínez, Facundo Almada, Gastón Ávila e Lautaro Blanco; Emmanuel Ojdeda, Diego Zabala, Luciano Ferreyra e Emiliano Vecchio; Milton Caraglio e Marco Rúben. Técnico: Kily González.

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Edimar; Raul, Lucas Evangelista (Hurtado, 49'/2ºT) e Praxedes (Ramires, aos 30'/2ºT); Artur, Ytalo (Alerrandro, aos 35'/2ºT) e Cuello (Helinho, aos 30'/2ºT). Técnico: Maurício Barbieri.

Lance!
Publicidade
Publicidade