PUBLICIDADE

MLS investiga contratação de Matuidi pelo Inter Miami FC, time de David Beckham

Jogador francês pode ter recebido valores além do que é estabelecido como limite pela liga

6 mar 2021
12h50 atualizado às 12h50
0comentários
12h50 atualizado às 12h50
Publicidade

A MLS (Major League Soccer, da sigla em inglês), entidade responsável pela organização do futebol profissional dos Estados Unidos, iniciou uma investigação formal sobre a contratação do volante Blaise Mautidi pelo Inter Miami FC, junto à Juventus, da Itália. A equipe norte-americana tem como um dos proprietários o lendário ex-jogador inglês David Beckham.

O francês de 33 anos foi adquirido de forma gratuita após sua saída da 'Velha Senhora'. A organização norte-americana, em comunicado oficial, disse que "começou uma revisão oficial da contratação do meia Blaise Matuidi pelo Inter Miami FC, investigando especialmente se o acordo está dentro dos padrões salariais da liga como também as diretrizes de escalação."

Em resposta, o clube afirmou que tomou conhecimento das investigações da MLS e que espera contribuir prontamente para que todas as questões sejam esclarecidas e que o caso seja resolvido. A polêmica circula ao redor do uso de valores designados a contratações locais, e não como um "jogador designado", algo que seria esperado por um jogador de renome como Matuidi, com títulos importantes pela Juventus e pelo Paris Saint-Germain, além de ter no currículo a conquista da Copa do Mundo com a seleção francesa, em 2018.

De acordo com as regras da MLS de 2020, Matuidi deveria receber um salário que pode variar entre 612.500 dólares (aproximadamente R$ 3.485.000,00) e, no máximo, 1.612.500 dólares (aproximadamente R$ 9.170.000,00). Segundo fonte da ESPN americana ligada ao caso, a liga investiga se o jogador recebeu algum dinheiro extra, com o consentimento do Inter Miami FC, como adição do que é especificado no contrato. "Há preocupações de que Matuidi tenha recebido dinheiro a mais", declarou a fonte.

Estadão
Publicidade
Publicidade