PUBLICIDADE

Especial Rússia: Clima não deve ser problema na Copa do Mundo

11 jul 2017 08h03
ver comentários
Publicidade

A Rússia não é tão fria entre junho e julho.

Em um bairro agitado de São Petersburgo, muitos já não se importavam com a exposição ao vento gelado. Vestiam apenas camisetas enquanto dispensavam a tradicional vodca para consumir cervejas e drinques típicos dos trópicos nos bares com mesas dispostas nas calçadas - era possível até degustar uma famosa cachaça brasileira em vários daqueles estabelecimentos, por um valor pelo menos 51 vezes maior do que se paga no país-sede da última Copa do Mundo.

Em meio à decisão da Copa das Confederações, a Gazeta Esportiva visitou São Petersburgo e constatou que os receios em relação à organização do Mundial de 2018 estão além do clima russo, gelado na maior parte do ano.

Clique aqui para ler toda a reportagem especial sobre o país-sede da próxima Copa do Mundo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade