0
Logo do Copa do Brasil
Foto: terra

Copa do Brasil

Dracena valoriza vitória, mas Prass lamenta "falta de capricho"

18 mai 2017
00h22
  • separator
  • comentários

Um gol contra de Ortiz deu a vantagem mínima ao Palmeiras no duelo com o Internacional pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Na noite dessa quarta, as duas equipes abriram o confronto no Allianz Parque com o favoritismo ao lado do clube alviverde, no entanto, a definição de quem vai ficar com a vaga segue aberta, já que a partida de volta está marcada para o Beira-Rio.

Depois do apito final, Edu Dracena fez questão de valorizar a vantagem palmeirense. Para o zagueiro, apesar do resultado magro, o importante era não levar gol e sair na frente.

"O Inter está na Série B, mas é de Série A. Sabia que não seria outro 4 a 0. 1 a 0 é importante, vencemos sem levar gol", avaliou. "O Inter tem qualidade, mas só teve uma chance. Passamos pelo teste, impusemos o ritmo e poderíamos ter feito mais", concluiu o experiente jogador.

Por outro lado, Fernando Prass não escondeu a ponta de descontentamento, já que o Verdão não soube aproveitar as oportunidades para ficar em uma condição mais tranquila no confronto.

"No segundo tempo a gente vacilou na marcação. A gente sabia que se roubássemos a bola, o contra-ataque nosso era forte. A gente sofreu, como tinha de sofrer, mas podia ter caprichado um pouco mais no segundo tempo. A gente não teve tranquilidade para encaixar esse contra-ataque", explicou, ao Sportv, antes de comentar sua defesa nos minutos finais que impediu o empate Colorado.

"Difícil falar de fase. Eu estava calculando esses dias tenho pouco mais 900 jogos como profissional. A gente vai errar, até os melhores do mundo erram, mas o importante para o goleiro é a regularidade, e eu acho que estou conseguindo essa regularidade", admitiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade