PUBLICIDADE

Copa do Catar

Desencantou! Após ser campeão sem marcar, Giroud marca duas vezes e se iguala a Henry

Um dos destaques do time do Milan no título italiano, atacante francês faz dois na vitória sobre a Austrália e vira o maior artilheiro da história dos Blues

22 nov 2022 - 17h03
(atualizado às 18h55)
Compartilhar
Exibir comentários

A estrela de Olivier Giroud voltou a brilhar em uma Copa do Mundo. Depois de marcar um gol na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, diante da Suíça, o camisa 9 marcou ainda no primeiro tempo na partida contra a Austrália. E voltar a balançar as redes no segundo tempo. E de quebra, além de tirar o peso do último Mundial, se tornou o maior artilheiro da história dos Blues, ao lado de Henry, com 51 gols marcados.

Giroud voltou a marcar em Copas e chegou a 50 gols pela França ( Foto: Jewel Samad / AFP)
Giroud voltou a marcar em Copas e chegou a 50 gols pela França ( Foto: Jewel Samad / AFP)
Foto: Lance!

Em 2018, Olivier Giroud foi o titular em todo Mundial, atuando ao lado de Mbappe, Dembele e Griezmann, mesmo companheiros atualmente. Mas mesmo com um bom desempenho, com três assistências em sete jogos, o camisa 9 ficou marcado por não deixar sua marca no Mundial. Seus companheiros, por exemplo, marcaram juntos oito gols, sendo quatro de Mbappe e quatro de Griezmann.

E nesse Mundial, Giroud estaria entre os 26 selecionados de Didier Deschamps, mas não seria titular como foi na última. Se em 2018 foi opção do treinador para estar entre os 11, nesta Copa acabou herdando a vaga com a lesão de Karim Benzema, postulante ao prêmio de melhor jogador do mundo em 2022 e dono da camisa 9 francesa e do Real Madrid.

Assim como Benzema, Giroud talvez viva seu melhor momento em toda carreira. Depois de uma passagem apagada pelo Chelsea (ING), o centroavante chegou ao Milan (ITA) e foi um dos responsáveis pelo título italiano, que veio depois de muitos anos com uma equipe que não era considerada, inicialmente, como uma das favoritas.

No clube italiano, Giroud soma 57 jogos, com 23 gols marcados e oito assistências. Sua melhor temporada na carreira foi em 2015/16 pelo Arsenal, quando em 53 jogos marcou 24 gols e deu seis assistências. Pelos Blues, até o momento, são 115 jogos, sendo 13 em Copas. Esta é a terceira Copa do Mundo do camisa 9, com três gols marcados até agora. Vem mais por aí?

MAIORES ARTILHEIROS DA HISTÓRIA DA FRANÇA

1º Giroud e Henry - 51 gols

3º Griezmann - 42 gols

4º Platini - 41 gols

5º Benzema - 37 gols

6º Trezeguet - 34 gols

7º Zidane - 31 gols

8º Fontaine e Papin - 30 gols

10º Mbappe - 29 gols

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Publicidade