0

Uruguai está focado e pronto para Portugal e CR7, diz Suárez

Seleções se enfrentam pelas oitavas de final da Copa do Mundo neste sábado, a partir das 15h

29 jun 2018
15h38
atualizado às 16h55
  • separator
  • 0
  • comentários

O Uruguai deixou para trás as três vitórias na fase de grupos e agora está totalmente focado na seleção de Portugal e em Cristiano Ronaldo, disse o atacante Luis Suárez nesta sexta-feira (29), véspera do confronto das oitavas de final da Copa do Mundo entre as duas equipe na cidade de Sochi.

Líder de seu grupo à frente da anfitriã Rússia, Suárez, do Barcelona, e seus companheiros na seleção uruguaia não querem correr risco conforme se preparam para enfrentar a seleção de Portugal, atual campeã europeia e liderada por Cristiano Ronaldo, seu rival na Liga Espanhola.

"Será fundamental estar focado. Experiências passadas estão no passado. Você precisa focar no presente e no que acontecerá amanhã", disse Suárez a repórteres.

Atacante uruguaio Luis Suárez durante treino para jogo com Portugal 29/06/2018  REUTERS/Henry Romero
Atacante uruguaio Luis Suárez durante treino para jogo com Portugal 29/06/2018 REUTERS/Henry Romero
Foto: Reuters

"No que diz respeito à rivalidade com Ronaldo, nós todos fazemos nosso melhor para que nossa equipe alcance o melhor resultado. Esta é uma Copa do Mundo, é claro que todos estamos defendendo e trabalhando por nossas seleções... Todos darão o máximo amanhã para prevalecer".

Palavra do técnico

O técnico do Uruguai, Óscar Tabárez, também está cauteloso com a seleção de Portugal - e em especial com o perigoso atacante adversário.

"Eu acredito que Ronaldo é um dos melhores atacantes do mundo, ele tem grande potencial. Ao planejar a partida, focando em nosso oponente e considerando o nível que cada jogador tem, o que Ronaldo possui acima de todas essas qualidades é que ele é o líder daquele time", disse.

"Não há um único jogador que consiga contê-lo, nem Godín, ou qualquer outro. Nós teremos que trabalhar coletivamente para tentar limitar o efeito que ele pode ter", acrescentou o técnico de 71 anos.

O atacante Suárez minimizou conversas sobre qualquer animosidade entre ele e o parceiro de ataque Edinson Cavani, apontando para uma longa história juntos na seleção, que começou no juvenil.

"Não há de forma alguma rivalidade pessoal. A única coisa que nós queremos alcançar é que todos possamos progredir juntos da melhor maneira possível", disse.

Veja também:

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade