2 eventos ao vivo

Neymar bate recorde de quedas, mas decide com seu talento

Caçado em campo, como em outros jogos, com a anuência da arbitragem, Neymar evitou reclamações.

2 jul 2018
15h09
atualizado às 18h46
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Foram 12 quedas em quatro faltas sofridas, um recorde de Neymar na Copa. Mas, com ou sem cai-cai, o atacante se destacou como o melhor em campo na vitória do Brasil por 2 a 0 sobre o México, nesta segunda (2) e fez o que Messi e Cristiano Ronaldo não fizeram nas oitavas por Argentina e Portugal: ele decidiu a partida.

Neymar caído durante vitória que colocou o Brasil nas quartas
Neymar caído durante vitória que colocou o Brasil nas quartas
Foto: David Gray / Reuters

Sua melhor exibição pela Seleção na Copa foi fundamental para que a equipe avançasse na competição. No primeiro tempo, deu o ar da graça ao driblar dois adversários e obrigar o goleiro do México a salvar o gol em grande defesa.

Na etapa final, marcou o primeiro gol, com presença certeira na área, e teve participação decisiva no gol feito por Firmino. Caçado em campo, como em outros jogos, com a anuência da arbitragem, ainda assim Neymar evitou reclamações. Já tem um cartão amarelo e ficaria fora das quartas de final se fosse punido novamente.

Ao mesmo tempo que desequilibrava com dribles e boas arrancadas, Neymar voltava a rolar pelo gramado em divididas e faltas sofridas com alguma violência. Ao todo, sofreu 12 quedas no jogo desta segunda.

Antes, na estreia, caiu sete vezes em campo. Depois, contra a Costa Rica, foram dez tombos. O número diminuiu bastante contra Sérvia – apenas cinco quedas.

Ouça o podcast do Terra especial Copa do Mundo:
 

Veja também:

Flamengo encostou no Palmeiras! Confira o ranking de maiores campeões nacionais do Brasil
Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade