4 eventos ao vivo

Lugano acusa Chiellini de mentir em mordida: "sem honra"

24 jun 2014
17h32
atualizado às 17h42
  • separator
  • 0
  • comentários

Lesionado e tendo que assistir à épica classificação uruguaia do banco de reservas, o zagueiro Diego Lugano disparou críticas ao zagueiro italiano Chiellini pelas acusações de que tomou uma mordida de Luis Suárez durante a vitória da equipe sul-americana sobre a Itália, por 1 a 0, nesta terça-feira, na Arena das Dunas

<p>Zagueiro italiano Chiellini mostra seu ombro ap&oacute;s incidente com uruguaio Luis Su&aacute;rez.</p>
Zagueiro italiano Chiellini mostra seu ombro após incidente com uruguaio Luis Suárez.
Foto: Tony Gentile / Reuters

De acordo com o ex-jogador do São Paulo, Suárez não mordeu o rival e Chiellini já tinha a cicatriz no ombro há algum tempo. "Você viu o lance? Tem certeza que é a marca? Essa cicatriz do Chiellini é velha. Chorar faz parte do jogo, mas chorar desse jeito não é aceitável", disse o defensor. 

As imagens de Suárez deverão ser analisadas pela Fifa para verificar se o jogador deu ou não a mordida. Caso comprovado, o atacante pode tomar uma suspensão e ficar fora de algumas partidas na fase final da Copa do Mundo. Lugano, porém, está tranquilo com relação a isso. "Tomara que faça a investigação porque aí vai ver que tudo é invenção dele (Chiellini). É muito chorão não honra o futebol italiano".

Os outros jogadores da equipe celeste também defenderam o colega de ataque. Para Godín, herói da vitória uruguaia, as imagens mostram que não houve nada. "O grupo viu as imagens novamente, não vimos nada no lance. Foi uma jogada normal da partida e Suárez não fez nada, estamos tranquilos com relação a isso".

<p>Jogadores uruguaios defenderam Su&aacute;rez com veem&ecirc;ncia ap&oacute;s a partida</p>
Jogadores uruguaios defenderam Suárez com veemência após a partida
Foto: Reuters

Muslera também defendeu o camisa 9. "É um grande jogador, não faria algo como esse. Foi uma jogada normal da partida". Protagonista da polêmica, Suárez evitou a imprensa após o fim da partida e não falou com a mídia escrita e de rádio para comentar o assunto. O lance foi motivo de muita reclamação dos italianos, já que a partida ainda estava 0 a 0 e o árbitro mexicano Marco Rodriguez havia expulsado no segundo tempo o meia Marchisio por entrada em Arévalo Rios.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade