PUBLICIDADE

Coreia do Sul x Argélia: Terra acompanha minuto a minuto

21 jun 2014 23h21
| atualizado às 23h21
ver comentários
Publicidade

Integrantes do Grupo H da Copa do Mundo, Coreia do Sul e Argélia se enfrentam neste domingo, no Beira-Rio, brigando pela classificação para as oitavas de final da competição. Com um ponto ganho, os coreanos estão atrás da favorita Bélgica, que venceu na estreia, e à frente do adversário, que ainda não pontuou. Assim, a "segunda vaga" do chaveamento ainda está em disputa. A primeira também, caso a Bélgica decepcione e não vença a Rússia. O Terra acompanha a partida minuto a minuto a partir das 12h30 (de Brasília).

<p>Os argelinos precisam da vitória de qualquer jeito para seguir sonhando com a classificação</p>
Os argelinos precisam da vitória de qualquer jeito para seguir sonhando com a classificação
Foto: Reuters

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

A Coreia do Sul afirma conhecer os detalhes do estilo de jogo dos argelinos. Na última semana, os jogadores trabalharam dribles e toques curtos. Segundo os sul-coreanos, essas são as principais características do adversário.

“Nós (beques) estamos nos antecipando e preparando a marcação, que precisa considerar a rapidez do jogo deles. Além da vitória, o objetivo para este jogo será fazer gols”, disse o zagueiro Park Joo-Ho, reserva na equipe coreana.

Entre os 23 jogadores, a única dúvida para o confronto é o volante Há Daen-Sung, que passou por uma ultrassonografia na última quinta-feira para saber a gravidade de uma lesão na coxa.

Seleção coreana viaja de Foz à Porto Alegre, onde joga contra Argélia:

Do outro lado, a Argélia sofreu um baque no meio da disputa da Copa do Mundo: o técnico Vahid Halilhodzic não comandará mais a seleção após o fim do Mundial e já estaria acertado com o Trabzonspor, clube que disputa a primeira divisão na Turquia. As informações foram dadas pelo site do jornal Le Butuer, que teria conversado com uma fonte ligada à Federação Argelina de Futebol.

Mesmo assim, os jogadores garantem que o anúncio da saída de seu comandante não afetará o empenho na disputa das partidas restante e tampouco desanima o elenco. “Estamos focados e motivados em avançar na Copa. Então, a equipe vai entrar em campo do mesmo jeito, independente de qualquer outra coisa”, disse o beque Rafik Halliche.

Após a derrota por 2 a 1, de virada, diante da Bélgica, os argelinos sabem que não há outra opção que não a vitória. Por isso, têm mostrado empenho durante os treinamentos da última semana, a fim de pararem a “seleção mais organizada do grupo.”

“O confronto será de muita pressão. Não será um jogo impossível, mas, com certeza, muito difícil para a nossa equipe. Precisamos do resultado positivo, então temos que ir com vontade. Temos a obrigação de jogar bem e fazer melhor do que o adversário em campo”, disse o zagueiro Liassine Cadamuro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade