PUBLICIDADE

Companheiro de Valverde e rival de Araújo, Rodrygo projeta jogo da Seleção contra o Uruguai

Brasileiro relembrou que é necessário tomar cuidado com seu companheiro uruguaio, em sua opinião, um dos "melhores jogadores do mundo"

15 out 2023 - 08h43
(atualizado às 10h24)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: ( Vitor Silva/CBF) / Gazeta Esportiva

Um dos comandantes do ataque da Seleção Brasileira na Era Diniz, Rodrygo enfrentará adversários conhecidos na partida contra o Uruguai, na terça-feira. O jogador do Real Madrid é companheiro do meio-campista Frederico Valverde no futebol espanhol e rival do zagueiro Ronald Araújo, que atua pelo Barcelona. O camisa 11 do Brasil falou sobre os uruguaios e projetou o confronto.

Rodrygo revelou que chegou a conversar com Valverde sobre o duelo. O brasileiro relembrou que é necessário tomar cuidado com seu companheiro uruguaio, um dos "melhores jogadores do mundo" na sua opinião, e elogiou Ronald Araújo.

"A gente conversou bastante, ele falou: 'vocês nem precisam ir, fiquem aqui em Madrid, não precisa jogar' (risos). Sempre tem essas brincadeiras e, claro, a gente também não queria que ele jogasse. A gente sabe que tem que tomar muito cuidado com ele. Eu sou muito fã do futebol dele, para mim é um dos melhores jogadores de futebol do mundo. Então, vai ser um jogo muito difícil e temos que tomar muito cuidado com o Valverde", disse.

"Ele já nos conhece e nós conhecemos ele também. Sabemos que ele é muito pesado, é muito difícil passar por ele. E sobre Feder (Federico Valverde), não tenho nem palavras. Vai ser uma grande partida, espero que saia tudo bem para o Brasil, porque vai ser difícil", completou posteriormente.

Sobre a partida, Rodrygo acredita que não haverá facilidades. O atacante, que exaltou o fato do Uruguai estar passando por uma reconstrução, espera que os adversários pressionem o Brasil diante do apoio de sua torcida.

"Aberta nenhuma seleção no mundo vai jogar contra a gente. Acredito que eles vão pressionar, vão jogar da forma que o jogo pedir. Eles têm uma seleção muito boa, que está se revolucionando agora, tem novos nomes muito bons, jogando em grandes times pelo mundo todo. Então, acho que vai ser um jogo muito difícil e a gente tem que tomar muito cuidado, minimizar os erros. Ser mortal vai ser primordial para ganhar o jogo"

A Seleção Brasileira enfrenta o Uruguai nesta terça-feira, às 21h (de Brasília), no Estádio Centenário, em Montevidéu. O Brasil perdeu a liderança das Eliminatórias com o empate por 1 a 1 contra a Venezuela, na última quinta-feira, e agora ocupa a segunda colocação, com sete pontos. A Argentina lidera com nove. Antes do confronto contra os uruguaios, a equipe de Fernando Diniz fará mais dois treinamentos, no sábado e na segunda-feira.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade