PUBLICIDADE

Cássio define futuro e deixa o Corinthians após 12 anos; veja detalhes

Goleiro acerta rescisão com clube nesta sexta-feira, 17, e encaminha acordo com o Cruzeiro

17 mai 2024 - 14h45
(atualizado às 16h52)
Compartilhar
Exibir comentários

Fim de uma era! O goleiro Cássio acertou a sua saída do Corinthians. A definição aconteceu após uma reunião entre o arqueiro e a direção de futebol corintiana nesta sexta-feira, 17. O jogador tem um acordo encaminhado para vestir a camisa do Cruzeiro.

Aos 36 anos, Cássio tinha vínculo com o Corinthians até 31 de dezembro. O desejo do clube era renovar com goleiro por mais uma temporada e tê-lo no elenco até o fim de 2025. Porém, o Cruzeiro ofereceu um vantajoso contrato por três anos e a proposta agradou o atleta, que deseja atuar pelo menos até os 40 anos.

Os últimos momentos de Cássio no Corinthians

A escolha de Cássio em deixar o Corinthians foi motivada principalmente pelo desgaste emocional. O último jogo do arqueiro como titular ocorreu em 23 de abril, na derrota do alvinegro para o Argentinos Juniors fora de casa na Copa Sul-Americana.

Na ocasião, o goleiro comentou as críticas que recebia de parte da torcida e fez forte desabafo sobre o momento que vivia no clube. Após a declaração, o camisa 12 ficou no banco de reservas das últimas partidas e com o técnico António Oliveira alçando Carlos Miguel à titularidade.

Cássio com a taça do Campeonato Paulista de 2019 após a final entre Corinthians e São Paulo.
Cássio com a taça do Campeonato Paulista de 2019 após a final entre Corinthians e São Paulo.
Foto: Felipe Rau/Estadão / Estadão

O treinador falou sobre o assunto na entrevista coletiva após a goleada diante da própria equipe argentina, na terça-feira, quando os times se enfrentaram na Neo Química Arena. "É um grandíssimo goleiro, o maior ídolo da história do clube, e isso não se apaga. Vai ficar gravado nas páginas douradas do clube", disse o técnico.

Revelado pelo Grêmio, Cássio foi contratado em 2012 após passagem pelo futebol holandês. Considerado um dos maiores ídolos da história do clube, ele acumula 712 jogos e nove títulos: Campeonato Paulista (2013, 2017, 2018 e 2019), Brasileirão (2015 e 2017), Libertadores (2012), Mundial de Clubes (2012) e a Recopa Sul-Americana (2013).

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade