1 evento ao vivo

Santos estipula limite por atacantes e não avança em negociações

5 fev 2019
06h21
atualizado às 06h21
  • separator
  • comentários

O Santos estipulou um limite em busca de atacantes no mercado: 3 milhões de dólares (R$ 11 milhões). Com essa quantia, porém, o Peixe não avançou nas últimas tentativas.

O Alvinegro ofereceu esse valor por Michael, Raniel e Nicolás Blandi, de Goiás, Cruzeiro e San Lorenzo, respectivamente, e teve o "não" como resposta.

No caso de Michael, o Goiás só aceita vendê-lo por 100% dos direitos econômicos e quer a multa rescisória (R$ 30 milhões). O San Lorenzo pediu 6,5 mi de dólares (R$ 24 milhões) para liberar Blandi e, por fim, o Cruzeiro recusou os R$ 11 mi por Raniel e nem fez uma contraproposta.

Contratar um ponta, como Michael, e um centroavante, como Raniel ou Blandi, está nos planos do presidente José Carlos Peres. Alexandre Pato e Ricardo Oliveira também estão em pauta, mas não há negociação em andamento. Brayan Angulo, do Emelec-EQU, e Luis Díaz, do Junior Barranquilla, foram considerados caros.

O Santos contratou Everson, Aguilar e Soteldo e tem tratativas avançadas por Ronaldo, do Flamengo, e Cueva, do Krasnodar-RUS. O Peixe ainda procura um lateral-esquerdo e analisa opções depois do insucesso por Adriano, do Besiktas-TUR, e Jorge, do Porto-POR.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade