4 eventos ao vivo

Atlético-MG desiste de contratar Thiago Neves após críticas da torcida

Jogador de 35 anos chegaria a Minas Gerais a pedido de Jorge Sampaoli

14 set 2020
22h35
atualizado às 22h50
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Após ter seu contrato com o Grêmio rescindido no começo do mês, o meia Thiago Neves ficou próximo de acertar sua ida ao Atlético-MG. Sua chegada teria sido um pedido do técnico Jorge Sampaoli e seu contrato seria válido até o fim da atual edição do Campeonato Brasileiro. Porém, em razão das críticas da torcida depois de o acerto ter sido divulgado inicialmente pela Rádio Itatiaia, o clube desistiu de contratar o jogador. Isso porque Thiago Neves atuou pelo Cruzeiro de 2017 a 2019 e sempre provocava o Atlético-MG.

A repercussão foi negativa nas redes sociais. A principal torcida organizada do Atlético-MG, Galoucura, divulgou um vídeo do seu presidente rechaçando a hipótese de Thiago Neves atuar pelo clube. "É inadmissível a hipótese desse Thiago Neves, esse safado, vestir a camisa do Atlético, entendeu? A gente entende que vários clubes têm uma rivalidade com um jogador, com outro, e às vezes até um jogador veste a camisa do rival. Mas esse cara aí passou de todos os limites, desrespeitou a torcida do Galo. Então, esse pilantra não pisa e não veste a camisa do Galo, não", disse o presidente JosimarJúnior de Souza Barros.

Thiago Neves, de 35 anos, teve breve passagem pelo Grêmioapós sair do Cruzeiro, tendo sido considerado um dos responsáveis pela então situação do time celeste. No Sul, atuou em apenas 14 jogos (5 pelo Brasileirão e 9 pelo Campeonato Gaúcho), anotando apenas um gol.

O Grêmio decidiu pela rescisão por causa de uma cláusula no contrato que previa renovação automática para 2021, com pagamento de R$ 2,4 milhões em luvas e aumento salarial, caso o jogador participasse de 20 jogos pela equipe. Nas redes sociais, Thiago Neves se manifestou dizendo que não havia sido avisado pelos dirigentes gremistas e que o término do seu vínculo "seria uma atitude amadora". No Cruzeiro, rival do Atlético-MG, o meia jogou de 2017 a 2019, conquistando a Copa do Brasil em 2017 e 2018, e o Campeonato Mineiro em 2018 e 2019.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade