1 evento ao vivo

Após decepção, Inter encara recomeço com espírito de 'mata-mata' no Brasileirão

Depois do vice na Copa do Brasil, time gaúcho quer entrar na briga pelo título do Campeonato Brasileiro

22 set 2019
10h44
atualizado às 10h44
  • separator
  • 0
  • comentários

O início do returno do Campeonato Brasileiro como marca de uma retomada para o Internacional. Pelo menos este é o espírito que buscará alcançar o time gaúcho, recém-derrotado na final da Copa do Brasil e integrando o pelotão de frente da competição de pontos corridos, na partida deste domingo, às 11 horas, contra a Chapecoense, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

É que a equipe comandada por Odair Hellmann, que esteve muito perto de uma vaga na fase de grupo da Copa Libertadores de 2020 pela via do torneio mata-mata, depois de ser superada pelo Athletico-PR, agora terá que "respirar fundo" e lutar por sua vaga por meio do Brasileirão.

Para a sorte do time colorado, porém, a campanha até agora pode ser considerada muito boa. Especialmente porque boa parte de seus 33 pontos foram contabilizados graças à chamada "equipe alternativa", que, devido à clara opção da diretoria por priorizar a Copa do Brasil e a Libertadores - da qual foi eliminada nas quartas de final -, vinha jogando e conquistando importantes vitórias.

Agora, esta equipe terá de dar lugar à escalação considerada titular, entregando o bastão com o clube ocupando uma alvissareira condição de brigar por uma vaga no torneio continental no ano que vem, encarando cada jogo como eliminatório a partir desta 20.ª rodada.

De acordo com o presidente Marcelo Medeiros, inclusive, a distância de momento para o primeiro lugar não pode ser considerada um empecilho para sonhar com o título. "Estamos doídos. E a resposta tem que ser dada no domingo. Chegamos ao final dessa primeira fase (do Brasileirão) no quarto lugar, e nossa meta é terminar ainda melhor na segunda", aposta o mandatário.

O discurso é comprado ainda pelo zagueiro Víctor Cuesta: "Temos o Campeonato Brasileiro pela frente, temos que pensar nesse jogo (com a Chapecoense). É a nossa primeira final do returno. Estamos bem posicionados na tabela e temos que buscar a vitória já nesse jogo".

Para esta primeira "decisão", Odair Hellmann não terá desfalques por suspensão. Uma de suas únicas baixas pode ser a do meio-campo Nonato, que sentiu o tornozelo direito no treino da última sexta-feira e ainda será avaliado antes do confronto contra os catarinenses. A outra dúvida por esse motivo é D'Alessandro, que ficou de fora da decisão da Copa do Brasil por conta de uma lesão na coxa direita.

No setor de apoio ao ataque, Rafael Sóbis e Wellington Silva novamente disputam uma vaga, enquanto Nico López, autor do gol colorado na derrota para o Athletico-PR por 2 a 1 na última quarta-feira, deve ser confirmado ao lado de Paulo Guerrero. O peruano, por sinal, retorna ao Brasileirão após uma ausência de duas rodadas - atuou pela última vez na vitória sobre o Botafogo por 3 a 2.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade