PUBLICIDADE

Andreas Pereira recebe apoio da família após falha na final da Libertadores diante do Palmeiras

Jogador recebe amparo do elenco ainda no gramado e também dos familiares no hotel onde o Flamengo ficou hospedado

28 nov 2021 17h15
| atualizado às 17h15
ver comentários
Publicidade

Um clima de consternação e solidariedade marcaram os momentos de Andreas Pereira após o erro cometido no lance em que Deyverson roubou a bola e marcou o gol que definiu a vitória de 2 a 1 sobre o Flamengo e também o título da Libertadores neste sábado, em Montevidéu. O atleta não conseguiu segurar as lágrimas ainda no banco de reservas quando a partida se encaminhava para os instantes finais da prorrogação. Ainda no campo, recebeu o apoio dos companheiros e integrantes da comissão técnica.

O zagueiro David Luiz, um dos mais experientes do elenco, e que passou a bola no lance crucial foi quem mais tentou consolar o companheiro durante a entrega da medalha de vice-campeão.

No vestiário, o atleta voltou a ter uma crise de choro. O técnico Renato Gaúcho manifestou a sua solidariedade ao volante. "Já tive a sua idade e sei como é difícil. Mas você vai dar a volta por cima e joga muito."

Na chegada ao hotel, o atleta a família o esperava para externar apoio. Visivelmente abatido, o jogador demonstrou toda a sua frustração por ter sido decisivo no lance do gol palmeirense.

Em postagem nas redes sociais, Andreas, que vinha sendo um dos destaques do time desde que chegou à Gávea fez um pedido de desculpas para a torcida rubro-negra.

Na postagem, ele disse que estava com o coração apertado, admitiu o erro , disse que não faltou vontade e agradeceu a forma como foi acolhido desde que chegou ao clube.

Estadão
Publicidade
Publicidade