PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Favoritar Time

No Flamengo, Oscar vai reencontrar cinco ex-companheiros de Seleção Brasileira

Meia já atuou com Diego Alves, Everton Ribeiro, David Luiz e Filipe Luís, além de ter dividido vestiário com Gabigol por alguns dias

5 ago 2022 - 16h48
(atualizado às 16h48)
Ver comentários
Publicidade
Oscar disputou 48 partidas pela Seleção Brasileira (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)
Oscar disputou 48 partidas pela Seleção Brasileira (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)
Foto: Lance!

Próximo de ser anunciado como novo reforço do Flamengo, Oscar vai encontrar rostos conhecidos no Ninho do Urubu. Nas passagens por Seleção Brasileira e Chelsea, o meia de 30 anos dividiu vestiário com cinco atletas rubro-negros: Diego Alves, David Luiz, Filipe Luís, Everton Ribeiro e Gabigol.

David Luiz e Filipe Luís são os que mais disputaram jogos com Oscar: 119 e 29, respectivamente, contando partidas pela Seleção e pelo Chelsea. O zagueiro, inclusive, esteve presente na Copa do Mundo de 2014 junto com o meia.

Diego Alves e Everton Ribeiro, por outro lado, atuaram com Oscar apenas pela Seleção Brasileira. O novo reforço do Flamengo disputou 48 partidas pela equipe, marcando 12 gols. Ele foi chamado pela última vez por Tite, em outubro de 2016, quando ainda estava no Chelsea.

Jogos de Oscar com atletas do Flamengo*:

David Luiz - 119 jogos (Chelsea e Brasil)

Filipe Luís - 29 jogos (Chelsea e Brasil)

Diego Alves - 7 jogos (Brasil)

Everton Ribeiro - 3 jogos (Brasil)

* levantamento do site Transfermarkt.

SITUAÇÃO CURIOSA COM GABIGOL

Oscar e Gabigol juntos na Seleção Brasileira (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)
Oscar e Gabigol juntos na Seleção Brasileira (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)
Foto: Lance!

O quinto e último rosto conhecido de Oscar é Gabriel Barbosa. Os dois nunca estiveram em campo juntos, mas dividiram vestiário por alguns dias e compartilham uma situação curiosa.

Oscar estava presente justamente na primeira convocação de Gabigol para a Seleção Brasileira. Em 29 de março de 2016, o Brasil enfrentou o Paraguai, fora de casa, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Os dois jogadores estiveram juntos no banco de reservas no empate de 2 a 2 e não voltaram mais a ser chamados na mesma convocação.

O curioso é que aquela ocasião por pouco não ocorreu. O atacante rubro-negro tinha 19 anos, na época, e só foi chamado por Dunga de última hora. Ele não estave presente na convocação inicial e se juntou ao grupo posteriormente para substituir Neymar, que levou cartão amarelo no jogo anterior e estava suspenso contra o Paraguai.

Lance!
Publicidade
Publicidade