PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Meu time

Justiça dá poderes para presidentes de Flamengo e Federação Paulista demitirem diretoria da CBF

Nomeados como interventores, Rodolfo Landim e Reinaldo Carneiro Bastos terão que indicar um dos oitos vice-presidentes para comandar a entidade até a próxima eleição

28 jul 2021 16h28
| atualizado às 16h41
ver comentários
Publicidade

Após nomear Rodolfo Landim e Reinaldo Carneiro Bastos como interventores na CBF, a Justiça do Rio deu plenos poderes para a dupla em decisão divulgada nesta quarta-feira. Os presidentes do Flamengo e da Federação Paulista de Futebol poderão, inclusive, demitir diretores e o secretário-geral da entidade. A informação foi divulgada inicialmente pelo portal "ge".

Landim ao lado de Rogério Caboclo na sede da CBF (Foto: Divulgação)
Landim ao lado de Rogério Caboclo na sede da CBF (Foto: Divulgação)
Foto: Lance!

O despacho também determina que os dois interventores devem indicar um dos oito vice-presidentes para comandar a entidade até a realização de novas eleições. A CBF vai recorrer da decisão.

Vale lembrar que Landim e Carneiro Bastos não têm obrigação de aceitarem a tarefa. Eles têm até o dia 3 de agosto, próxima terça-feira, para informarem ao juiz Mario Cunha Olinto Filho, da 2ª Vara Cível da Vara da Tijuca, sobre a decisão final. Em nota oficial, a dupla afirmou que analisa o caso e só aceitará se tiver 'respaldo' dos outros clubes e federações.

A possibilidade da dupla assumir o comando da CBF veio à tona na última segunda-feira, quando o mesmo juiz anulou a eleição de Rogério Caboclo, ocorrida em 2018. A decisão anterior, no entanto, limitava a atuação deles a organizar uma nova eleição, sem permitir que eles administrassem de fato a entidade. O despacho desta quarta-feira amplia o poder dos interventores.

Lance!
Publicidade
Publicidade