PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Favoritar Time

Flamengo vence Católica e continua 100% na Libertadores

Com dois gols de Gabigol, servido duplamente por Bruno Henrique, e um de Lázaro, os comandados de Paulo Sousa venceram por 3 a 2

28 abr 2022 - 21h25
(atualizado às 21h25)
Ver comentários
Publicidade

O Flamengo entrou em campo nesta quinta-feira, no San Carlos de Apoquindo, em Santiago, e conquistou sua primeira vitória fora de casa sobre a Universidad Católica na história da Libertadores. Com dois gols de Gabigol, servido duplamente por Bruno Henrique, e um de Lázaro, os comandados de Paulo Sousa venceram a equipe chilena por 3 a 2, em jogo válido pela terceira rodada da fase de grupos do torneio continental e mantiveram os 100% de aproveitamento.

Antes desta noite, o time carioca já havia enfrentado A Católica três vezes no Chile pela Libertadores, com derrotas em todos os encontros, em 2002, 2010 e 2017. O tabu quebrado deixa os flamenguistas com nove pontos, na liderança do Grupo H, três pontos à frente do Talleres, vice-líder com seis. A Universidad Católica, atualmente vivendo um momento de crise e buscando um técnico no mercado, é o terceiro, com três pontos.

Flamengo vence Católica e continua 100% na Libertadores
Flamengo vence Católica e continua 100% na Libertadores
Foto: Ivan Alvarado / Reuters

Ciente da fase ruim vivida pelo adversário, o Flamengo não se deixou intimidar pelo histórico negativo em território chileno e marcou presença no campo de ataque desde o início, colhendo os frutos do retorno da dupla Bruno Henrique e Gabigol. De volta após três jogos afastado em razão de uma lesão no joelho, Bruno Henrique tabelou com João Gomes, aos sete minutos, e entregou a bola para Gabriel, livre, superar o goleiro Sebastián Pérez com um chute forte.

O bom desempenho ofensivo, contudo, contrastou com alguns momentos de desatenção defensiva, inclusive em um lance dentro da área concluído com o gol da equipe chilena. O empate saiu aos 15 minutos, dos pés de Isla, que mandou contra a própria rede ao tentar interceptar uma finalização pelo ar armada por Zampedri, após lindo passe de Fuenzalida.

Minutos depois, Zampedri apareceu mais uma vez bem posicionado na área, aproveitou escorregão de Arão para ficar com a bola, encarou Santos e bateu para fora. A frustração rápida não desanimou o Flamengo, liderado por Bruno Henrique em noite de garçom. O atacante recebeu passe de Arrascaeta, aos 34 minutos, avançou livre pela esquerda, e deu nova assistência para Gabigol, desta vez apenas com o trabalho de empurrar para dentro

O entrosamento que rendeu os dois gols flamenguistas no primeiro tempo não foi visto com tanta frequência na etapa final. O volume ofensivo continuou, mas parecia haver menos sintonia entre os homens de frente, como Bruno Henrique mostrou quando preferiu chutar em vez de tocar para Arrascaeta ou Andreas, livres.

O momento ofensivo do time brasileiro se estendeu por algum tempo, mas a Católica cresceu no jogo e começou a colocar pressão. A situação só foi aliviada quando substituições feitas anteriormente por Paulo Sousa fizeram efeito. Aos 39 minutos, Marinho, substituto de Everton Ribeiro, avançou pelo meio após roubada de bola e tocou para Lázaro, que entrou no lugar de Bruno Henrique, marcar o último gol da partida. Buonanotte diminuiu para a Católica, aos 48, mas já era tarde demais.

FICHA TÉCNICA

UNIVERSIDAD CATÓLICA 2X3 FLAMENGO

UNIVERSIDAD CATÓLICA - Sebastián Pérez; Rebolledo, Asta-Buruaga, Parot e Cuevas (Valencia); Juan Leiva (Saavedra), Galani, Felipe Gutiérrez (Buonanotte) e Orellana (Asad); Fuenzalida e Zampedri. Técnico: Rodrigo Valenzuela.

FLAMENGO - Santos; Isla, Willian Arão, Pablo e Filipe Luís; Gomes (Andres Pereira), Thiago Maia, Arrascaeta (Diego) e Éverton Ribeiro (Marinho); Bruno Henrique (Lázaro) e Gabigol (Pedro). Técnico: Paulo Sousa.

GOL - Gabigol, aos sete e aos 34 minutos, e Isla, contra, aos 15 minutos do primeiro tempo. Lázaro, aos 39, e Buonanotte, aos 48 do segundo tempo.

ÁRBITRO - Jorge Argote (VEN)

CARTÕES AMARELOS - Juan Leiva, Galani e Ballesteros (Universidad Católica); Willian Arão e Marinho (Flamengo).

CARTÃO VERMELHO - Felipe Gutiérrez, no banco.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago.

Estadão
Publicidade
Publicidade