PUBLICIDADE

Filme 'Rise' mostra a trajetória dos Antetokounmpo, irmãos campeões da NBA

Com a superestrela Giannis sendo um dos pontos focais da produção, "Rise" mostra a superação dos irmãos que cresceram na Grécia e o ápice com os títulos em 2020 e 2021

27 jun 2022 - 17h07
Ver comentários

A Disney+ lançou nesta sexta-feira (24) o filme 'Rise', que retrata a trajetória inspiradora do primeiro trio de irmãos a se tornar campeão da NBA: Giannis e Thanasis Antetokounmpo, do Milwaukee Bucks, e Kostas Antetokounmpo, do Los Angeles Lakers, e seu irmão mais novo Alex.

Três dos irmãos jogam na NBA e já se tornaram campeões A(Foto: Arquivo de família)
Três dos irmãos jogam na NBA e já se tornaram campeões A(Foto: Arquivo de família)
Foto: Lance!

Com a superestrela Giannis Antetokounmpo sendo um dos pontos focais da produção, "Rise" mostra a superação dos irmãos que cresceram na Grécia e o ápice com os títulos da NBA conquistados em 2020 e 2021.

Em uma bela história de superação, retratada em "Rise", os irmãos Antetokounmpo fizeram de tudo para alcançar o sucesso no esporte. Quando não estavam vendendo artigos para turistas nas ruas da Grécia com o restante da família, Giannis (interpretado por Uche Agada) e Thanasis (Ral Agada) jogavam basquete com um time juvenil de sua cidade.

Apesar de entrarem tarde no esporte, eles descobriram suas grandes habilidades em quadra, se esforçaram por um físico invejável e batalharam muito para tornaram-se atletas de altíssimo nível. Já ao lado do irmão Kostas (Jaden Osimuwa), que iniciou a sua carreira um pouco depois, Giannis e Thanasis conquistam títulos e premiações espetaculares na melhor liga de basquete do mundo.

O filme estrela Dayo Okeniyi, Yetide Badaki, Manish Dayal, Taylor Nichols, apresentando Ral Agada e Uche Agada, com direção de Akin Omotoso (Vaya), roteiro de Arash Amel (A Private War) e produção de Bernie Goldmann (300). Giannis Antetokounmpo e Douglas S. Jones atuam como produtores executivos.

O trio Thanasis, Giannis e Kostas marcou seu nome na história da liga norte-americana e nesta matéria listamos alguns casos envolvendo irmãos brasileiros que também são exemplos de superação e sucesso no basquete e em outros esportes:

1- Irmãos Soares (Timothy e Stephanie):

No basquete, o principal exemplo são os irmãos Timothy e Stephanie, que representaram a Seleção Brasileira masculina e feminina respectivamente. Atuando como pivô, Tim é profissional na liga israelense e jogou no College Basketball dos Estados Unidos. Stephanie é ala-pivô e foi campeã do Pan-Americano de 2019 com a Seleção Brasileira.

2- Irmãos Vezaro (Felipe e Lucas):

Felipe e Lucas Vezaro são dois jogadores profissionais de basquete alcançaram o sonho de atuar juntos no mesmo time, representando o Joinville no NBB, a principal liga de basquete do Brasil.

3- Irmãos Fischer (Ricardo e Fernando):

Ricardo e Fernando Fischer marcaram presença no NBB no início dos anos 2010 e foram os primeiros irmãos a entrar em quadra em lados opostos no torneio, Ricardo pelo São José e Fernando pelo Bauru.

4- Irmãos Freitas (Acelino e Luís):

Acelino "Popó" Freitas é um dos maiores nomes da história do boxe brasileiro, sendo Super Tetracampeão Mundial Unificado de Boxe. Nascido na periferia da capital baiana, Popó evoluiu na modalidade ao lado de seu irmão Luís Candido, o primeiro grande pugilista da família, e se tornou uma lenda do esporte nacional.

5- Irmãos Hypólito (Diego e Daniele):

Diego e Daniele são a dupla de irmãos mais famosa da Ginástica Artística. Superando momentos difícieis com resultados abaixo da expectativa, os dois deram a volta por cima e marcaram seus nomes na história do esporte nacional. Daniele sendo integrante do primeiro time brasileiro a ficar entre os 8 melhores da Olimpíadas em 2008 e Diego superando as lesões e conquistando a prata nos Jogos do Rio 2006.

6- Alecsandro e Richarlyson:

O futebol tem diversos casos de irmãos atuando contemporaneamente, mas Alecsandro e Richarlison estão entre os que mais se destacaram, sendo campeões da Copa Libertadores, principal torneio de futebol da América do Sul, juntos pelo Atlético-MG, em 2013. Além disso, Richarlyson foi tricampeão nacional e campeão mundial pelo São Paulo e Alecsandro foi bicampeão brasileiro e também ergueu a taça da Libertadores pelo Internacional.

Lance!
Publicidade
Publicidade