6 eventos ao vivo

Xabi Alonso admite fim de ciclo: "não tivemos fome de lutar"

18 jun 2014
19h30
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Volante (d) jogou todas grandes competições pela Espanha desde a Euro 2004</p>
Volante (d) jogou todas grandes competições pela Espanha desde a Euro 2004
Foto: Dylan Martinez / Reuters

Eliminado da sua terceira Copa do Mundo, o experiente volante espanhol Xabi Alonso admitiu nesta quarta-feira, após a derrota para o Chile, no Maracanã, que o ciclo vitorioso da Espanha iniciado em 2008 com o título da Eurocopa se encerrou com o resultado negativo no Rio de Janeiro. Aos 32 anos, o atleta do Real Madrid afirmou que faltou ambição para os comandados de Vicente Del Bosque nesta edição do Mundial.

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

"Os ciclos se acabam nas derrotas. Com certeza vão mudar muitas coisas. Não tivemos a fome de lutar pelo campeonato como tivemos em outras ocasiões. Dói muito, dói no nosso orgulho, mas temos que aceitar essa derrota. O esporte é assim", declarou o jogador do Real Madrid, que levantou a segunda taça da Liga dos Campeões da sua carreira nesta temporada - a primeira conquistada com a camisa do Liverpool.

Convocado para todas as grandes competições que a Espanha participou desde a Eurocopa de 2004, o volante pode ser um dos jogadores que devem ser substiuídos por atletas mais jovens nos próximos quatro anos, na preparação para a Copa do Mundo da Rússia, em 2018. Além dele, veteranos como Xavi, Casillas, David Villa e Fernando Torres podem perder espaço.

Já eliminada da Copa do Mundo do Brasil, a Espanha enfrenta na próxima segunda-feira a Austrália em um duelo de eliminados do Grupo D. A partida será realizada na Arena da Baixada às 13h (de Brasília) e definirá a terceira e quarta posições de chave.

Veja também:

Veja as principais revelações que saíram do CT do São Paulo
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade