2 eventos ao vivo

Adilson Batista pede paciência no Cruzeiro após derrota no Mineiro

21 fev 2020
12h59
atualizado às 12h59
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Foto: Divulgação/Ricardo Danilo/Light Press/Cruzeiro
Foto: Divulgação/Ricardo Danilo/Light Press/Cruzeiro
Foto: Gazeta Esportiva

As dificuldades já eram mais do que previstas no Cruzeiro em 2020. O rebaixamento no Campeonato Brasileiro trouxe marcas importantes em um clube que vive uma crise tanto dentro como fora de campo. Após a derrota desta quinta-feira para o Tombense, o técnico Adilson Batista voltou a pedir um sentimento de compreensão com a nova equipe que está sendo formada.

O comandante vê bons valores no Cruzeiro, mas sabe que os jovens vão oscilar.  "Vejo dedicação, estou vendo posse, construção, triangulação, faltam umas coisas que o tempo vai dar. O tempo que vai dar isso. Uma tomada de decisão com 20 anos é diferente do que um jogador mais experiente", comentou.

No Estadual, o Cruzeiro chegou a sentir o sabor da liderança na classificação, mas terminou a quinta-feira apenas na quinta colocação, com 11 pontos. A Raposa está atrás dos líderes Tombense e América (14 pontos), além da Caldense e do rival Atlético-MG.

"Precisamos de calma, mas eu tenho que agradecer o empenho, a dedicação, a vontade, a luta. Todos estão correndo atrás, tentando buscar, está dentro do contexto e faz parte do processo", completou Adilson.

Por fim, o treinador voltou a ressaltar as dificuldades do Cruzeiro para recompor toda a estrutura do clube.  "Vejo o Conselho Gestor também tentando fazendo o melhor. Nós precisamos entender que deixaram o Cruzeiro com um rombo muito grande e estamos pagando o preço", declarou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade