PUBLICIDADE

Tite saca Thiago Silva e escala Vinícius Júnior como titular da seleção contra o Japão, nesta 2ª

Técnico do Brasil deve fazer quatro mudanças na escalação que começou o último amistoso contra a Coreia do Sul

5 jun 2022 - 11h10
(atualizado às 19h46)
Ver comentários

A seleção brasileira vai entrar em campo no amistoso com o Japão, na manhã desta segunda-feira, pelo horário de Brasília, com quatro mudanças em relação à goleada sobre a Coreia do Sul, na quinta-feira. Entre as alterações, o técnico Tite sacou o zagueiro Thiago Silva da equipe titular e acrescentou o atacante Vinícius Júnior.

Thiago Silva, acostumado a ser o capitão do time, será substituído por Éder Militão. Mais cotado para formar com Marquinhos a dupla titular da zaga brasileira na Copa do Mundo do Catar, no fim do ano, Militão havia sido preterido entre os 11 no jogo de quinta porque era um dos que disputou a final da Liga dos Campeões, no sábado anterior.

Além disso, o zagueiro do Real Madrid foi o último a se apresentar porque apresentou resultado inconclusivo em teste de covid-19 ao embarcar para a Ásia. Assim, perdeu o voo com os demais brasileiros que iam de Paris para Seul, entre segunda e terça da semana passada. Militão teve resultado negativo no exame realizado logo em seguida e pôde se apresentar ao time na quarta.

A mudança no gol brasileiro também se deve à final da Liga dos Campeões. Alisson, que defendeu o Liverpool naquela decisão, ficou no banco no amistoso com a Coreia. Agora será titular, devolvendo Weverton para a reserva. Ederson, que deveria ser o titular na quinta, se machucou na véspera do jogo em treino da seleção.

No ataque, Vinícius Júnior vai ganhar chance como titular, na vaga de Richarlison. O atacante do Real Madrid vive grande fase. Na final da Liga dos Campeões, marcou o único gol da partida, que decidiu o título para o time espanhol.

A outra mudança realizada por Tite no treino deste domingo foi a entrada de Guilherme Arana no lugar de Alex Sandro, titular na quinta. Trata-se de mais um teste do treinador para a posição que é uma das mais disputadas da seleção para esta Copa. Além dos dois, ainda estão na disputa Alex Telles e Renan Lodi, que não foi convocado desta vez.

Na quinta, Alex Sandro foi um dos principais jogadores da seleção. Foi uma jogada sua que resultou no primeiro pênalti a favor do time brasileiro. Ao fim da partida, o lateral-esquerdo recebeu diversos elogios do treinador. Praticamente certo na Copa, Alex Sandro é o mais forte candidato a ser titular no Mundial do Catar.

Nesta segunda, às 7h20 (de Brasília), a seleção brasileira deve entrar em campo com Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Éder Militão e Guilherme Arana; Casemiro, Fred, Neymar; Raphinha, Lucas Paquetá e Vinícius Júnior.

Estadão
Publicidade
Publicidade