1 evento ao vivo

"Régis é um meia parecido com Rodriguinho", diz Carille

25 mar 2019
09h22
atualizado às 09h22
  • separator
  • comentários

Causou estranheza em muita gente a decisão e Fábio Carille em sacar Sérgio Díaz da lista de jogadores inscritos no Campeonato Paulista para inserir Régis, recém-contratado pelo Corinthians a pedido do próprio técnico.

Isso porque Carille chegou a dizer que estava arrependido de não ter inscrito o atacante paraguaio mais cedo. Apenas a partir de 20 de fevereiro Díaz pôde ficar à disposição no Estadual. Mas, desde então também o jogador nunca mais foi utilizado.

Chegou-se a se suspeitar do joelho operado de Sérgio Díaz, que constantemente impedia que o atleta do Real Madrid tivesse uma sequência, mas o departamento médico do Timão deixou claro que Díaz não tinha mais qualquer restrição e dependeria apenas da decisão de Carille em usá-lo ou não.

"São seis jogos. A gente sentou para analisar. O Régis é um meia parecido com o Rodriguinho. O Sornoza, o Jadson, Sergio Díaz, Pedrinho, Mateus Vital são todos meias que não entram na área, eles gostam de trabalhar por trás, e o Régis é esse jogador que infiltra. Essa foi a nossa discussão. O Díaz está fora para esses cinco jogos, mas para Sul-Americana, Copa do Brasil e Brasileiro ele está integrado. Foi só por conta dessa situação de final de Paulista", explicou Fábio Carille.

Na vaga de Gabriel, volante que precisou operar a perna direita e só voltará a jogar no Campeonato Brasileiro, o treinador corintiano optou por colocar Marquinhos, meia revelado pelas categorias de base do Corinthians e que defendeu o Bragantino em 2018.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade