PUBLICIDADE

Acredite se quiser! Diretoria do Flamengo acerta na contratação de Tite

Em 2023, Landim e Braz cometeram um dos maiores erros de todos os tempos com a interrupção do trabalho vencedor de um técnico brasileiro

9 out 2023 - 19h19
(atualizado às 20h02)
Compartilhar
Exibir comentários
Tite vem para consertar os erros dos técnicos Vitor Pereira e Jorge Sampaoli
Tite vem para consertar os erros dos técnicos Vitor Pereira e Jorge Sampaoli
Foto: Futebol BR

Os chefões do Flamengo, enfim, foram no treinador certo para a retomada do caminho das vitórias. Podem copiar a primeira frase da coluna. Tite é O CARA para a mudança de desempenho e postura do time. A terceira frase é para guardar também. No Brasil, não há profissional com currículo melhor. Foi campeão mundial, em cima de um forte Chelsea, e da Libertadores há 11 anos. Nessa temporada, o presidente, Rodolfo Landim, e o vice de futebol do clube rubro-negro, Marcos Braz, erraram feio com a saída do hiper vitorioso Dorival Júnior. Inexplicavelmente, eles contrataram o português Vitor Pereira e o argentino Jorge Sampaoli. Fracassaram nas apostas. Com Tite, os desastres têm poucas chances de repetição.

Padrão de jogo é com ele. O Corinthians e a seleção brasileira do Adenor tinham. Os críticos do treinador vão falar que perdeu duas edições de Copa do Mundo. Tudo bem. Teve isso. No entanto, o Brasil enfrentou uma Bélgica com jogadores que continuam brilhantes, como Kevin De Bruyne, e outros que perderam o brilho, como Romelu Lukaku, atualmente irregular mas ainda com lampejos, e Eden Hazar, que parece ter esquecido de jogar bola desde o final da Copa da Rússia. Ali, a geração ‘de ouro’ belga poderia ter disputado o inédito título. Deu azar, que trocadilho horroroso, e enfrentou a quase brilhante seleção francesa na fase semifinal. Gol do zagueiro Umtiti. Isso mesmo. A campeã do mundo sofreu para vencer por 1 a 0. Tite não começou a preparação para a Copa. Ele foi vilão em 2018? Não. Tite era quase unanimidade quando foi escolhido para ser técnico da seleção brasileira.

Em 2022, a seleção de Tite voltou a jogar muito nas eliminatórias, mas encontrou dificuldades na Copa do Mundo. O treinador foi muito criticado na eliminação para a Croácia. Realmente, aquele último lance ficou na memória de todas e todos. O Brasil vencia por 1 a 0, com um golaço coletivo, fruto do trabalho do técnico, e resolveu atacar no final da prorrogação contra a Croácia. Por que Tite colocou o volante Fred naquela partida em que estávamos vencendo na prorrogação? Por que partir para o ataque? A bola foi perdida e todas as peças do sistema defensivo estavam fora do lugar. O gol croata ainda contou com o azar de Marquinhos. A bola desviou nele, e Alisson não fez a defesa que se esperava daquele que já foi considerado o melhor goleiro do planeta.

Tite foi teimoso ao insistir com alguns jogadores? Foi. Teve panelinha na convocação de ex-jogadores em atividade como Daniel Alves? Com certeza. Não conseguiu administrar egos nos bastidores? Também.

No entanto, com o gaúcho Adenor Leonardo Bacchi, o Corinthians quase sempre se encontrou em um nível excepcional.

É O PROFISSIONAL CERTO para o Flamengo. Ele tem preferências para montar o esquema tático. Gosta mais de determinado tipo de jogador. Por exemplo, Everton Ribeiro e Pedro foram convocados para a Copa do Catar. Gerson e Gabigol não. Bruno Henrique estava se recuperando de grave lesão em 2022, mas de 2019 até 2021 não era uma convocação obrigatória para Tite.

Alguns erros pelo caminho? Sim. Eles existiram e vão continuar acontecendo com ele. No entanto, a maioria dos boleiros acredita que Tite, pelo menos, voltará a dar padrão de jogo ao Flamengo.

Abraços boleiros e igualitários para todas e todos.

Fonte: PV Ferreira PV Ferreira é editor e jornalista esportivo com experiência em coberturas do futebol brasileiro, sul-americano e europeu, além das modalidades olímpicas e paralímpicas. As visões do colunista não representam a visão do Terra.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade